Edit

Ministério Público pede cassação de Bill

O Ministério Público (MP) pediu a cassação do mandato do prefeito de Nova Odessa, Bill (PSDB). Bill é acusado de ter pago uma conta hospitalar de um assessor, Divair Moreira, com recursos dos cofres públicos, com alterações no documento apresentado em sua defesa. No total, foram gastos R$45.178,10. A denúncia foi feita por uma ação popular. 
De acordo com o processo de investigação, além de ter usado o dinheiro público para tal ação, Bill classificou o gasto como “ação judicial”, o que foi caracterizado como um afronta pelo MP. Ainda, segundo o MP, houve alteração no documento que trava da regulação de urgência, emitido pela Secretaria Estadual de Saúde. 
Diz o documento: “a alteração realizada no referido documento público era para que o Ministério Público entendesse que não havia vaga disponível para Divair Moreira na rede pública e, desse modo, BENJAMIM conseguiria justificar os pagamentos das despesas particulares de seu amigo com o dinheiro municipal de Nova Odessa“.
Bill teria afirmado que não havia vaga no sistema público, por isso a despesa com os serviços particulares de saúde em benefício de seu assessor. Porém, ainda de acordo com o documento, no mesmo dia em que o assessor foi internado, foi disponibilizada uma vaga a ele na Unicamp.  
Bill se posicionou em suas redes sociais por duas vezes. Veja: 
Divair, se eu tivesse virado as costas pra você, como estaria a minha consciência hoje? Jamais faria isso com você e não farei isso jamais com qualquer cidadão de Nova Odessa. Gratidão é o equilíbrio da vida e Deus vence o mal com o bem, tenham certeza disso!

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE