Mini Wedding. Alternativa para casamentos na pandemia

A festa de casamento é um sonho para muitas pessoas. A celebração do amor, e, sobretudo em tempos de pandemia, a comemoração da vida. Porém, pelas imposições do coronavírus, grandes eventos e aglomeração de pessoas ainda não está permitido, e nem é aconselhável neste momento. Diante desse desafio, e sem deixar de lado a festa de casamento, muitos noivos estão optando pelas celebrações estilo Mini Wedding, celebrações intimistas e informações, porém cheias de amor e personalidade.

“É uma tendência que surgiu na Europa e rapidamente conquistou os brasileiros. São celebrações com poucas pessoas, geralmente em horários alternativos, como manhã ou fim de tarde, e quase sempre acontecem em locais especiais, que tenham significado para os noivos”, explica o proprietário da Casa Sion Festas, Michel Abou Abdallah.

Ainda segundo o empresário, que também é músico na banda Abou e os Caras da Terra, e também trabalha como ator de novelas da Globo e Record, apesar dos mini weddings terem chegado há mais de uma década ao Brasil, na pandemia, o estilo de enlace voltou com força total.

“Tanto por questões financeiras, quanto pelas restrições da Covid-19, as celebrações mais intimistas voltaram a ser destaque entre os noivos. As pessoas estão celebrando o momento apenas com as pessoas realmente especiais, e eternizando o momento de forma charmosa e segura”, aponta.

A arquiteta e designer de interiores, Clarice Rocha, também tem notado o aumento de celebrações menores. Segundo ela, as pessoas estão priorizando o tempo em família, a atenção e a troca de afeto.

“Os mais próximos e os mais queridos devem ser tratados com carinho e toques personalizados, refeições elaboradas, lembrancinhas úteis, bebidas saborosas e música agradável. O mais importante é que neste tipo de celebração os noivos conseguem ter um tempo de qualidade com os familiares, apesar do  momento delicado que estamos vivendo”, destaca a profissional do Clarisse Rocha Decorações.

Para a especialista, nesse tipo de celebração, os detalhes se tornam ainda mais especiais e memoráveis. “Existem noivos que fazem um perfume exclusivo para a festa ou optam por arranjos personalizados. Isso se torna ainda mais significativo nos eventos menores”, pontua a profissional.


As casas de eventos de todo o Brasil, assim como a Casa Sion Festas, em Belo Horizonte, estão há mais de um ano fechadas seguindo as determinações dos órgãos de saúde. Neste período, a casa está oferecendo vantagens especiais para quem fechar contratos agora para eventos futuros.

“Sempre priorizamos a qualidade, mas agora, mais do que nunca, estamos intensificando nossos protocolos de higiene, limpeza de material e cuidados para não transmitir o vírus”, finaliza Michel Abou Abdallah.

* O empresário está no ramo desde 2003. A Casa Sion Festas é uma das mais tradicionais de Belo Horizonte. Desde sua fundação, emprega centenas de pessoas direta e indiretamente. Michel Abou está apto a falar do assunto e dar entrevistas. (Veja mais aqui)

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE