Metade das empreendedoras são mulheres

Se há pouco tempo o debate girava em torno das mulheres que largavam seus empregos para se dedicar aos filhos, hoje a maternidade serve de impulso para um novo negócio. Segundo a pesquisa da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), metade dos novos empreendedores do Brasil são mulheres. Uma outra pesquisa, da Rede Mulher Empreendedora (RME), mostrou que 55% destas mulheres são mães e 44% são chefes de família. Empreender exige muita dedicação e conciliar carreira e filhos não é tão simples quanto parece. Para Tamara Foresti, jornalista e idealizadora de TopMothers, não existe nenhum romance no empreendedorismo materno. ???Muitas vezes, a escolha por empreender não tem a ver com uma grande sacada ou um desejo antigo da mãe. Muitas mulheres empreendem simplesmente porque o mercado de trabalho não está preparado ou disposto a aceitar a nova realidade da funcionária.??? Essa necessidade de produzir estimula a criatividade feminina inclusive na hora de gerar negócios que facilitem a vida das famílias. Foi o que aconteceu com Shirley Hilgert, idealizadora de Macetes de Mãe ??? ideia que surgiu junto com a gravidez do primeiro filho. Após 6 anos desse negócio, ela percebeu um novo nicho no mercado e abriu uma consultoria de gestão e organização de tempo para mães. ???Uma das perguntas que mais recebo é como dou conta de tudo. A verdade é que utilizo macetes desenvolvidos na minha maternagem. Então, quero ensiná-los para ajudar às mães que desejam voltar ao mercado de trabalho, empreender ou estão se sentindo exaustas por não dar conta de tudo???, explica. No dia 21 desse mês, Shirley dará seu workshop ???Organização e produtividade para mães??? em São Paulo, no Alto de Pinheiros. Mais informações aqui https://bit.ly/2tWPGPc. Outros negócios surgem a partir do conhecimento da formação acadêmica e uma sacada vivenciada na rotina familiar. Paola Preusse, de Maternidade Colorida, utilizou seu know-how como nutricionista para criar uma loja virtual de alimentos saudáveis que leva o mesmo nome do blog. ???Quando a Clara completou 1 ano, percebi que não tinham opções saudáveis para café da manhã e lanches no mercado. Decidi criar uma loja virtual que facilitasse a vida dos pais. Com um clique eles adquirem alimentos bons com o conforto de receber tudo fresquinho em casa???, conta Paola. Thais Ventura, de As Delícias do Dudu e da Annie, também utilizou sua expertise de chefe de cozinha para criar cursos online com videoaulas e apostilas sobre introdução alimentar e alimentação infantil. ???A ideia de compartilhar receitas surgiu quando comecei a introdução alimentar do meu filho mais velho. Na internet era tudo muito 8 ou 80. Não tinha opções de para seguir uma alimentação saudável, mas sem neuras. Já o curso online existe há 1 ano, quando percebi que a Annie, minha caçula, iria precisar de mais cuidados e eu não poderia viajar para dar os cursos presenciais???, explica. O empreendedorismo feminino também é capaz de promover uma realização pessoal que, na maioria dos casos, seria pouco provável na antiga profissão. Nívea Salgado, do Mil Dicas de Mãe, era dentista antes de se dedicar ao blog – hoje um dos maiores do segmento de parenting, com 4.7M de acessos por mês. ???Desde pequena eu amava escrever e o amor pela escrita só cresceu quando comecei o Mil Dicas, há 6 anos. Ter o blog amadureceu a ideia e me permitiu conhecer pessoas Para realizar esse sonho???, conta Nívea que está lançando ???Onde é que eu vou dormir????, seu segundo livro de literatura infantil. Serviço
Workshop ???Organização e produtividade para mães???, da Shirley HilgertDia 21, às 9h
Endereço: Bucc Wokspaces ??? Pedroso de Morais, 2120. Alto de Pinheiros. São Paulo
Inscrição e detalhes: https://bit.ly/2tWPGPc

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE