Meio Ambiente: Americana tem maldição na pasta

A pasta de meio ambiente de Americana parece sofrer de uma maldição. Criada no começo do século, a pasta até hoje nunca apresentou uma única medida capaz de causar impacto na sociedade. No final do governo Erich, o então secretário Victor Chinaglia, era visto como um lobista em favor da implantação de um aterro sanitário na região do pós represa. O projeto não prosperou. Na gestão Diego primeiro, o chefe da pasta foi o ex vereador Jonas Santarosa, que pouquíssimo acrescentou ao debate ambiental na cidade. Na eleição de 2012, Jonas foi o secretário – candidato menos votado, com cerca de 750 votos. O atual comandante da pasta é o vereador Odair Dias (PV), que aparentemente faz palestras e não implantou uma cara à gestão. A secretaria é a pasta que mais dá oportunidade ao seu comandante. A impressão que fica é que a cadeira onde senta o secretário tem alguma “nhaca” que tira as ideias de quem senta.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE