Meche quer Uber em Americana

O vereador Marschelo Meche (PSDB) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um projeto de lei em que propõe a regulamentação do funcionamento do serviço eletrônico de transporte privado urbano de passageiros, prestado por empresas através de aplicativos de celular. De acordo com a proposta, fica autorizado a operar em Americana o serviço das empresas que operam e/ou administram aplicativos destinados à captação, disponibilização e intermediação de transporte individual. O serviço está proibido de operar na cidade desde 2015, quando uma lei municipal sobre o tema foi aprovada na Câmara. O projeto de lei estabelece um número de máximo de licenças equivalente a 25% do total de licenças existentes para a operação de táxis. Os motoristas deverão ainda possuir cadastro na prefeitura municipal e apresentar comprovante de que não possuem outra fonte de renda (com exceção de aposentados), além de outras exigências. O parlamentar aponta na justificativa que o projeto tem como objetivo oferecer segurança e equilíbrio ao transporte público municipal bem como a seus usuários, organizando o sistema, com concorrência saudável e com regras claras. ???O aplicativo traz comodidade aos usuários do transporte, com preços acessíveis, além de conforto e segurança???, defende Meche. O projeto de lei será encaminhado às comissões pertinentes e, não havendo impedimento legal para tramitação, será discutido e votado pelos vereadores em plenário, durante sessão ordinária.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE