MDB vive impasse com poucos candidatos

Com comando centralizado no estado e frágil (muito) na região, o MDB do presidente Temer, do vice-líder nas pesquisas para governador Paulo Skaf sequer conseguiu ter um candidato a deputado na região- até agora. 
E até que tentou, com o herdeiro barbarense Fernando Romi Zanata (que não quis) e com a estudante de direito e diretora do DCE da Unisal Americana Isabela Luiza de Oliveira, mas patinou.
Em Americana, o comando é do secretário de Cultura Fernando Giuliani, ligado ao jornal O Liberal, que não consegue também articular nomes e é cotado para ser vice do PSDB em 2020.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE