MBL e Vem pra Rua não abraçam manifesto Bolsonaro

Montagem feita com imagem dos líderes dos dois movimentos
O MBL (Movimento Brasil Livre) e o Vem Pra Rua não devem abraçar o movimento do dia 15 de março que pretende encurralar o Congresso Nacional e o STF e defender o presidente Jair Bolsonaro. 
Apesar de ‘não abraçar’ Bolsonaro, os dois movimentos têm nas redes comportamento semelhante- defendem os ministros Sérgio Moro e Paulo Guedes e têm como alvo principal o ex-presidente Lula e seu partido- o PT. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE