Martins pedem asfalto e números da dengue

O vereador Thiago Martins (PV) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana uma indicação sugerindo ao Poder Executivo a realização de serviço de pavimentação ou aplicação de cascalho na Rua Asta, no bairro Vila Vitória, região do Jardim dos Lírios.
De acordo com o parlamentar, os moradores do bairro apresentaram reclamações sobre a falta de asfaltamento da via. ???A falta de pavimentação tem gerado diversos transtornos há anos aos moradores. Em dias muito secos, a poeira causada pelos ventos ou tráfego de veículos acaba adentrando nas casas, causando dificuldades para pessoas com problemas respiratórios. Já nos dias de chuva, a via fica muito perigosa, oferecendo diversos riscos para os carros que por ali trafegam???, relata. Martins pede no documento que a rua seja asfaltada ou receba cascalhamento, para facilitar o tráfego de veículos e melhorar as condições de vida da população da região. A indicação será encaminhada ao Poder Executivo para análise e atendimento.

DENGUE- O vereador Dr. Renato Martins (PTB) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um requerimento em que pede informações ao Poder Executivo sobre casos confirmados de dengue em Americana em 2020. No documento, o parlamentar lembra que a cidade enfrentou uma epidemia da doença em 2019, com 4.519 casos. ???Americana registrou a terceira pior epidemia de dengue de sua história. Só no primeiro trimestre foram 736 casos???, destaca. ????? de nosso conhecimento que são vários os fatores que dificultam as ações de combate à proliferação do mosquito transmissor. Mesmo com a intervenção do poder público, ainda não está descartada uma nova epidemia em 2020???, alerta Dr. Renato.
O vereador pergunta no requerimento quantos casos de dengue já foram confirmados em 2020 e se houve aumento ou redução do número de casos em comparação com o mesmo período de 2019. Questiona, ainda, se já houve alguma morte em decorrência da doença na cidade, quais os bairros com mais casos registrados, qual a expectativa de casos para 2020 e se a estratégia para evitar uma nova epidemia será a mesma de 2019.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE