Marschelo Meche apresenta defesa

O vereador Marschelo Meche (PSDB) apresentou defesa no caso da contratação de uma assessora em seu gabinete. A acusação é que o tucano teria contratado a mulher mas quem receberia o salário seria seu filho, que seria o verdadeiro assessor. Meche nega a ‘manobra’.
Em documento, o vereador afirma que Elisabete Cristina dos Santos exerceu todas as suas atribuições que, basicamente, eram de exercer tudo relacionado à redações e textos além de organização e acervo de todo material referente à trajetória do vereador. 
Filho de Elisabete, Bruno Henrique dos Santos, foi apontado como verdadeiro assessor de Marschelo. Na defesa, o parlamentar nega que ela seja ou tenha sido seu assessor direto e afirma que o rapaz é “militante do projeto, do partido e do mandato do vereador requerente”. 
Ainda na defesa, Meche destaca que “o repasse do pagamento da assessora Elisabete para o filho Bruno nunca existiu”. O tucano pede que a apuração seja julgada totalmente improcedente. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE