Edit

Malheiros e a falta de remédio. Fernando pede mais luz na Praça

O vereador Vagner Malheiros (PSDB) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um requerimento em que pede informações Poder Executivo sobre a ausência do medicamento Rivastigmina 9mg na farmácia municipal. No documento, o parlamentar destaca a resposta de outro requerimento (nº 708/2021), no qual questionava a lista de medicamentos da Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (Rename) e a possível falta de alguns deles. Menciona ainda que o Rivastigmina 9mg faz parte do grupo de medicamentos que devem ser fornecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e, portanto, faria parte dos constantes na farmácia municipal, mas não está disponível.

 

“Vale ressaltar que os serviços prestados pelo poder público para promoção, proteção e recuperação não são gratuitos. Os serviços de assistência à saúde são custeados por todos os contribuintes por meio de pagamento de tributos, não havendo apenas a necessidade de contrapartida imediata por parte dos destinatários desse serviço”, destacou Malheiros. No requerimento, o parlamentar questiona se é do conhecimento da prefeitura que o Rivastigmina 9mg consta na lista de medicamentos da farmácia municipal e está em falta. Em caso positivo, pergunta qual providência será tomada e quando a situação será regularizada.

 

O requerimento será discutido e votado pelos vereadores em Plenário na próxima sessão ordinária, que acontece nesta quinta-feira (7).

Fernando da Farmácia pede iluminação na Praça Vó Cleide, no São José

O vereador Fernando da Farmácia (PTB) protocolou uma indicação na secretaria da Câmara de Americana solicitando ao Poder Executivo providências para a instalação de ponto de iluminação pública na Praça Vovó Cleide, localizada na Rua das Hortências, no bairro Jardim São José.

 

No documento, o parlamentar destaca que a solicitação partiu de moradores e que a falta de iluminação no local tem provocado insegurança à população, que está receosa com possíveis ações de criminosos e a prática de atos ilícitos. “A praça é utilizada diariamente por centenas de pessoas que passeiam com crianças e animais, sendo necessária a intervenção da administração em caráter de urgência para resolver o problema”, aponta Fernando.

 

A indicação foi relacionada na pauta da sessão ordinária da última quinta-feira (14) e encaminhada ao Poder Executivo para análise e atendimento.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE