Mais um. Gari se fere com vidro no lixo em Nova Odessa

Mais uma ocorrência de descarte irregular de cacos de vidro, desta vez no Jardim Santa Rita, deixou um coletor de resíduos sólidos domiciliares (lixo doméstico) ferido em Nova Odessa. De acordo com informações da Coden Ambiental, no início da manhã de terça-feira (02/03), a equipe de coleta estava na Rua Santo Pasini, no Jardim Santa Rita, quando um profissional foi apanhar um saco de lixo no qual estavam depositados de forma irregular cacos de vidro provenientes de um prato quebrado. O saco plástico se partiu e o caco acabou perfurando a luva do coletor, atingindo-o no dedo. O funcionário, da empresa Pass Ambiental, foi medicado e afastado.

Essa é a segunda ocorrência em apenas uma semana – no caso anterior, um coletor sofreu um corte profundo na perna, passou por atendimento médico, foi medicado e afastado por 8 dias. A falta de conscientização de alguns moradores do município fez com que, só em 2020, seis coletores do município fossem afastados das atividades devido a ferimentos causados por objetos cortantes durante o ato de coleta.

Durante a jornada de trabalho, para aumentar a segurança dos coletores, são disponibilizados pela empresa uniformes com a devida sinalização e identificação, além de todos os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) necessários, como botas e luvas. Mas sempre isso é o suficiente.

“O número de acidentes poderia ser 10 vezes maior se não fosse o cuidado com que os coletores trabalham em nossa cidade. O acondicionamento irregular do lixo residencial, com objetos perfurocortantes, é um problema recorrente. Nas sacolas, é possível encontrar garrafas e vidros quebrados, materiais de medicação sem proteção (como agulhas), pregos, espetinhos de madeira, entre outros objetos que podem representar risco na hora da coleta, pois a sacola pode se romper quando é apanhada pelo gari e o material perfurocortante causar um acidente, machucando ou até colocando a vida do profissional em risco”, explicou o diretor técnico da Coden Ambiental, o engenheiro Rean Gustavo Sobrinho.

Por conta desse problema, que vem se tornando recorrente, a Prefeitura de Nova Odessa e a Coden Ambiental fazem novamente um alerta para que a população embale seu lixo corretamente e projeta os coletores de lixo. Vale lembrar que o coletor trabalha para manter a cidade limpa e para garantir mais qualidade de vida para todos. Por isso, é necessário tomar medidas preventivas ao descartar vidros quebrados, latas, pregos, arames e outros materiais cortantes.

O prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho, pediu o apoio da população para que o descarte de materiais cortantes seja realizado sempre de forma correta, protegendo os trabalhadores. “Casos de acidente com materiais cortantes já não deveriam mais existir. Mas, com a compreensão e colaboração de todos, todos nós temos que contribuir e muito com o trabalho dos coletores de lixo. Por isso, peço o apoio da população para que juntos possamos proteger os profissionais que nos ajudam a manter a cidade limpa”, declarou o prefeito.

A Coden Ambiental, que é responsável pela operação do sistema no município, reforça que não é permitido o depósito de lixo em calçadas, ruas e canteiros de avenidas. A infração está sujeita a multas que variam de R$ 500 a R$ 5 mil, conforme estabelecido na lei municipal 2.883/2014, que disciplina a limpeza e a conservação de áreas públicas e particulares.

Já lâmpadas fluorescentes devem ser descartadas no ponto de coleta da empresa Reciclus instalado no Supermercado São Vicente, na esquina das avenidas Ampelio Gazzetta e Eddy de Freitas Crissiúma.

Pedaços de vidro no lixo machucam garis em Nova Odessa

Confira as dicas para fazer o descarte correto de materiais cortantes:

– Coloque-os em jornais e/ou papelão e, em seguida, enrole-os.

– Descarte dentro de caixas tipo longa vida e/ou garrafas pets.

– No caso de latas, dobre a tampa para dentro.

– Se possível, identifique as sacolas onde há materiais cortantes.

– Lâmpadas e seringas não podem ser descartadas na coleta de resíduos domiciliar.

FAÇA O DESCARTE CORRETO

LÂMPADAS FLUORESCENTES

Reciclus/São Vicente

Avenida Ampelio Gazzetta, nº 2.799

RECICLÁVEIS

LEVs (Locais de Entrega Voluntária)

Parque Ecológico Isidoro Bordon (Rua João Bolzan, nº 110 – Mathilde Berzin)

Coopersonhos (telefone 3476-5506)

LIXO COMUM

Lixeiras domésticas individuais ou coletivas (condomínios) e contêineres de coleta espalhados pela cidade

RESTOS DE CONSTRUÇÃO, MÓVEIS, ELETRODOMÉSTICOS, MADEIRA, GALHOS

Ecopontos

– Monte das Oliveiras – Rua Vilhelms Rosenbergs, s/nº

– Residencial Triunfo – Rua Frederico Hansen, nº 22

ANIMAIS MORTOS

Setor de Zoonoses

Telefone: (19) 3466-3972

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE