Mais 118 curados e GCMs são vacinados em Nova Odessa

A Prefeitura de Nova Odessa, por meio da Secretaria da Saúde, registrou nesta segunda-feira (5) mais 118 pessoas consideradas curadas da Covid-19. De acordo com os dados apresentados no boletim diário divulgado pelo Departamento de Vigilância Epidemiológica, das 3.181 pessoas da cidade infectadas pelo vírus desde o início da pandemia, 2.785 já tiveram alta e estão livres da doença. O índice de cura está, portanto, em 87,55%.

O boletim apontou ainda um aumento no número de internações de pacientes com Covid-19 na UR (Unidade Respiratória) do Jardim Alvorada e ligeira queda na ala respiratória exclusiva do Hospital e Maternidade Municipal.

De acordo com dados oficiais, na última quarta-feira (31/03), o total era de 12 pacientes internados na UR e nove na “ala Covid” do Hospital. Na segunda-feira (05/04), a taxa de ocupação passou para 17 pessoas assistidas na UR e 6 no Hospital.

Em relação ao número de internados em leitos de UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) em hospitais de referência do Governo do Estado, em vagas obtidas por meio da CROSS (Central de Regulação de Oferta de Serviços de Saúde), ele teve aumento de uma internação. No total, estão internados 26 pacientes de Nova Odessa em UTIs da região.

Guardas municipais

Os integrantes da GCM (Guarda Civil Municipal) iniciam o processo de imunização contra a Covid-19 nesta terça-feira, dia 6). Vão receber a primeira dose da vacina 42 patrulheiros do município no total, em uma ação será realizada ao longo de dois dias. O imunizante será aplicado na base do 48º BPM/I (Batalhão de Polícia Militar do Interior), localizada na Avenida Rebouças, região central de Sumaré.

“A primeira dose será aplicada na terça e na quarta-feira. Dividimos os quadros da nossa corporação municipal em dois grupos, para que possamos evitar possíveis aglomerações”, destacou o comandante Luciel Carlos de Oliveir. “Todas as forças de Segurança sob jurisdição do 48º Batalhão da PM receberão a vacina em Sumaré. Isso abrange, além das tropas da ‘Cidade Orquídea’ (Sumaré), as tropas de Nova Odessa, Hortolândia e Monte Mor”, acrescentou Luciel.

“Os guardas municipais e os demais profissionais de Segurança Pública, desde o início da pandemia, sempre estiveram expostos a um risco elevado de contágio ao vírus, que vem ceifado vidas diariamente, muitas inclusive no meio policial. Neste sentido, a vacinação de toda a Guarda Municipal e dos demais profissionais de Segurança da nossa região representa um passo importante para a proteção individual e de suas famílias”, completou.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE