Maestro Benito Juarez falece 87 anos

Por meio das redes sociais, o prefeito de Campinas, Jonas Donizette, informou, com profundo pesar, o falecimento do maestro Benito Juarez, que foi diretor artístico e regente da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas por 25 anos. Em razão de sua morte, o prefeito Jonas Donizette decretou luto oficial de três dias em Campinas.

O maestro Benito Juarez de Souza nasceu em 17/11/1933 em Januária, Minas Gerais. Benito Juarez foi um importante regente, que trabalhou tanto com orquestra quanto com coro (muitas vezes propondo concertos que juntassem diferentes grupos) e que valorizava muito a música popular brasileira.

Esteve à frente da OSMC durante 25 anos, período em que a Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas se consagrou internacionalmente. Conquistou diferentes públicos pela pluralidade de repertórios, que transitaram entre o erudito e o popular, com maestria e excelência. Comprometida com seu tempo musical (e histórico), a Sinfônica participou dos comícios das “Diretas Já”, em abril de 1984, em São Paulo, em momento antológico.

Com esta orquestra, realizou muitos concertos de repertório variado e obteve muitos prêmios e muito reconhecimento. Paralelamente, trabalhou desde a fundação em 1967 com o CORALUSP. Foi um dos fundadores do grupo, e através de décadas realizou um importante trabalho com o grupo, tendo feito até mesmo concertos no exterior, além de gravações para a TV Cultura. Fundou também a Banda Sinfônica do Exército, criada em 2002, e foi seu regente titular e diretor artístico-musical. Além disso, criou o Departamento de Música e a Orquestra Sinfônica da Unicamp, instituição na qual atuou como professor de regência do seu Instituto de Artes.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE