Macrisista detona juíza em Nova Odessa

O munícipe Ivan dos Santos, supervisor têxtil, usou a tribuna livre durante a sessão de ontem (24), em Nova Odessa, para desabafar contra atitude tomada pela juíza Daniela Filippini. “Faço uso dessa tribuna para lamentar um descaso, dia 29 de maio, onde fui convidado pelo presidente da OAB para participar de uma correição do Fórum e fui barrado, tive barrado minha entrada, a Daniela Felippini pediu para os policiais barrarem minha presença da audiência pública”. 
Utilizando uma cópia da Constituição que ganhou de presente do deputado federal Vanderlei Macris (PSDB), o munícipe pediu que o prefeito Bill Vieira de Souza (PSDB) olhe o trabalho do Judiciário da cidade. “Não acredito no judiciário de Nova Odessa, estou descrente. Estou envergonhado. Nunca fui barrado em Nova Odessa e essa é a segunda vez que fui barrado pela Daniela. Perguntaram pra mim se eu queria entrar com processo de danos morais contra a juíza, respondi que não perderei tempo com isso”, completou.
Ele comentou, ainda, que o aluguel do Fórum é pago mensalmente pelos impostos da população e que todos têm o direito de adentrar o local. 
LEITINHO BARRADO– Ao final da fala do cidadão, o vereador Leitinho (PDT) pediu a palavra, mas o presidente da CM, vereador Vagner Barilon (PSDB), entendeu que não havia necessidade de alongar a reunião, uma vez que não havia mais itens na ordem do dia, e encerrou a sessão.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE