Macris questiona Guedes dos aumentos no gás, alimentos, energia e mais

O deputado Federal Vanderlei Macris (PSDB-SP) teve aprovado dois requerimentos nesta terça-feira (6) na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle (CFFC) da Câmara dos Deputados relacionados ao ministro da Economia, Paulo Guedes.

O primeiro é a instauração de Crime de Responsabilidade à Guedes pelo não comparecimento à convocação marcada para o último dia 30. Como justificativa o ministro informou à CFFC que “acompanharia” a prestação de contas do presidente da República ao Tribunal de Contas da União.

O segundo requerimento aprovado é para incluir como temas que o ministro da Economia deverá prestar esclarecimentos na Câmara sucessivos aumentos do gás de cozinha, o reajuste de 52% da energia elétrica, o aumento dos juros, os preços dos produtos alimentícios, a diminuição do poder aquisitivo dos salários e o Imposto de Renda.

“A população tem enfrentado grandes dificuldades financeiras. O poder aquisitivo das famílias ficou seriamente comprometido e, fato é, que não se pode colocar a culpa somente na pandemia do Novo Coronavírus. As medidas tomadas ou não tomadas pelo governo Federal tem relevante participação na atual situação econômica e na responsabilidade ao país”, argumenta Macris.

A nova audiência com o ministro Paulo Guedes na Câmara dos Deputados está marcada para esta quarta-feira, dia 7, às 9h.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE