Lula pega 12 anos por sítio de Atibaia

A juíza federal Gabriela Hardt, que substituiu o ministro da Justiça Sérgio Moro no comando da operação Lava Jato em Curitiba, condenou nesta quarta-feira o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) a 12 anos e 11 meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do sítio Santa Bárbara, em Atibaia.

A acusação do Ministério Público Federal é de que Lula teria recebido R$ 1 milhão em propinas referentes às reformas da propriedade. As obras foram custeadas por OAS, Odebrecht e Schahin, de acordo com a sentença.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE