Lojas Americanas pagará R$ 250 mil por trabalho escravo

A rede Lojas Americanas terá de pagar R$ 250 mil para entidades assistenciais sem fins lucrativos por comprar roupas infantis de um fornecedor quarteirizado, em Americana, onde foram apuradas condições trabalhistas próximas a do trabalho escravo. Em janeiro, uma fiscalização constatou que cinco bolivianos atuavam no local sem condições adequadas.

Os trabalhadores costuravam peças de vestuário infantil para uma empresa, por encomenda das Lojas Americanas, única cliente e que também comercializava os produtos. A oficina foi montada de forma clandestina, por cada peça eles recebiam R$ 2,80. Com jornada de 12 horas diárias. Cada trabalhador foi indenizado em R$ 5 mil.

O Ministério Público do Trabalho  (MPT) terá 180 dias para definir as instituições ou órgãos públicos que poderão receber o valor a ser pago pela empresa. A partir de então, a Lojas Americanas deverá repassar a verba em 30 dias. 
Do G1.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE