Lençóis Paulista terá 1ª termelétrica de biomassa

Região repleta de áreas de replantio florestal oferece todas as condições para a instalação da usina termelétrica movida à biomassa, com cavaco de madeira.

Com capacidade para gerar 50 MWM de energia limpa, a Termelétrica Cidade do Livro, em Lençóis Paulista, deve começar a despachar a partir de meados de 2021.

Evento que marcou o início da construção foi realizado, no dia 28 de agosto, em Lençóis Paulista – SP, reuniu sócios, executivos do Grupo IBS Energy e autoridades locais, como o prefeito da cidade, Anderson Prado
 
A cidade de Lençóis Paulista sediará a primeira usina termelétrica à base de biomassa do Grupo IBS Energy. A Termelétrica Cidade do Livro entregará energia incentivada 50%, limpa, renovável e rastreável, possibilitando a troca por créditos de carbono no mercado internacional. Prevista para iniciar o despacho de energia a partir de meados de 2021, a usina termelétrica terá capacidade de geração 50 MWM, com consumo de 650 mil toneladas de cavaco de madeira por ano, operando 8.300 horas, ou seja, 95% do tempo anual total.
Com investimento inicial previsto de R$ 350 milhões, deve gerar 200 empregos diretos e perto de 600 em todo o sistema, que compreende manejo florestal e logística de transporte. Durante o período de construção, serão 500 postos de trabalho.

Lençóis Paulista foi escolhida por reunir todas as condições para a construção da usina termelétrica que tem como fonte biomassa com cavaco de madeira. A cidade e região dispõem de um maciço florestal de, aproximadamente, 320 mil hectares, quantidade mais que suficiente para atender a demanda da usina.  ???Soma-se a isso, disponibilidade de mão de obra especializada. Todo o processo de geração de energia ??? do plantio à geração propriamente dita ??? será certificado e pronto para o aproveitamento de créditos de carbono; tudo em conformidade com novas e incrementais exigências do mercado???, comenta Antônio Bento, CEO do Grupo IBS Energy.

O empreendimento leva o nome Termelétrica da Cidade do Livro porque a cidade do interior de São Paulo é conhecida como a capital do livro por cultivar o hábito da leitura que é difundido pelos habitantes. Agora também será lembrada por abrigar usina termelétrica com energia limpa e renovável.

O anúncio do nome em homenagem à cidade foi feito pelo CEO do Grupo IBS Energy, durante evento que marcou o início da construção da termelétrica, realizado, no dia 28 de agosto, e contou com a presença de autoridades locais, como o prefeito da cidade, Anderson Prado, o presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Manoel dos Santos Silva, empresários da região e os sócios e executivos do Grupo IBS Energy, responsável pelo projeto da termelétrica.  Também estiveram presentes Daniel Camargo, diretor regional da Secretaria de Planejamento e Gestão do Governo do Estado, que representou o governador Márcio França, Marília Fanucchi, assessora da Secretaria de Energia e Mineração, representando o secretário João Carlos de Souza Meireles.

Para registrar o momento do lançamento oficial da construção para ficar na história da empresa, além do descerramento da placa de aço fixada em madeira chanfrada que remete ao cavaco de madeira, combustível que será usado para geração de energia, foi exibido vídeo 3D que permitiu aos convidados fazerem um tour virtual na usina. Também foi apresentado o livro do tempo, onde serão colocadas notícias, objetos, fotos e dados do setor de energia que representem a situação atual. A ideia é que este material seja aberto anos depois para que esta iniciativa de empreendedorismo seja contextualizada e colocada numa perspectiva temporal para futuras gerações.

As incertezas sobre a real capacidade do sistema energético brasileiro em atender novas demandas oriundas de um crescimento da economia foi o principal fator da decisão tomada pelo grupo. Com formato inédito de comercialização, a proposta de negócio tem modelagem financeira capaz de gerar uma TIR real ??? Taxa Interna de Retorno ??? ao redor de 13% para aquelas empresas que aderirem ao projeto. O leilão para participação na usina por meio de cotas está marcado para o dia 25 de outubro.

Segundo Bento, a Termelétrica Cidade do Livro vem para oferecer energia limpa, renovável e rastreável. ???O cenário do setor elétrico indica para alta de preços e escassez de energia. Com isso, a geração de fontes limpas e renováveis torna-se cada vez mais viável do ponto de vista econômico e também ambiental???, afirma.

O projeto para construção da Termelétrica Lençóis Paulista já está em andamento há mais de um ano e foi estruturado de forma a garantir o efetivo cumprimento dos cronogramas estabelecidos e comprometidos com os futuros parceiros e participantes.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE