Edit

Leitinho define área para nova base do Corpo de Bombeiros

Um mês após apresentar duas opções ao tenente coronel Harley Washington Ferreira, comandante do 16º Grupamento de Bombeiros do Interior, o prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho, anunciou a área escolhida pela corporação estadual para a instalação da nova Base de Bombeiros de Nova Odessa. Trata-se de um terreno municipal situado na Avenida João Pessoa, no Bosque dos Cedros, próximo ao cruzamento com a Avenida Ampelio Gazzetta.

Detalhes da parceria, bem como a confirmação da área definida, foram debatidos na quinta-feira (04/11) em reunião no Gabinete que contou com a presença do prefeito, do capitão dos Bombeiros Bruno César Penna Gobbo, do chefe municipal de Segurança, coronel Carlos Fanti, da secretária municipal de Obras, Miriam Lara Netto. O vereador Professor Antonio atua na viabilização desta parceria entre Município e Estado desde o início.

Leitinho adiantou que, na mesma área, a Prefeitura deve viabilizar futuramente a instalação de um “complexo de Segurança”, com as novas sedes da GCM (Guarda Civil Municipal) e também da Defesa Civil Municipal, pelo mesmo motivo: a localização quase ideal, que permite às viaturas das três corporações alcançarem praticamente todo o município com maior rapidez.

Em outubro, o comandante do Corpo de Bombeiros na região havia analisado cuidadosamente os dois terrenos indicados (o outro fica no Jardim Nossa Senhora de Fátima), anotando as características e vantagens de cada localização proposta, e ficado de indicar a área considerada a melhor para sediar a nova unidade da corporação estadual.

As tratativas para a eventual parceria entre Município e Estado para a instalação de uma base na cidade vêm desde fevereiro, quando Leitinho e Harley conversaram pessoalmente pela primeira vez e iniciaram os levantamentos e estudos de viabilidade necessários, incluindo a localização da área municipal mais adequada.

PRÓXIMOS PASSOS

Selecionada a área, a Prefeitura vai proceder agora com todas as análises jurídicas para sua cessão à corporação, a realização de uma consulta pública sobre sua desafetação (nova finalidade), bem como para finalizar o projeto técnico para a eventual licitação da obra e buscar recursos para financiá-la. Em seguida, deve ser assinado o convênio definitivo com o Governo do Estado.

A previsão da corporação é que, finalizando toda a parte de análise estrutural e avalição de documentos legais, as obras sejam iniciadas no primeiro trimestre e a unidade inaugurada ainda no primeiro semestre de 2022.

Pelo modelo de parceria proposta, a corporação estadual vai enviar ao município dos dois veículos (um caminhão motobomba e uma unidade de resgate) e uma equipe com 14 bombeiros militares. O Estado pagaria salários e benefícios de seus próprios bombeiros. Já a construção do prédio, bem como o custeio das atividades, vai ficar a cargo da Prefeitura – que pode buscar também apoio junto à iniciativa privada, que tem interesse em ter uma unidade local em função da redução de valores de seguros industriais, por exemplo.

“É o suficiente para atender à grande maioria das ocorrências de uma cidade como Nova Odessa”, garantiu o capitão Gobbo. “Será sem dúvida uma excelente conquista para a nossa população e também para os nossos empresários, que terão a garantia de um atendimento emergencial ainda mais rápido por parte do Corpo de Bombeiros estadual”, comentou Leitinho.

Atualmente, Nova Odessa conta com um grupo de bombeiros voluntários, sem vínculo com a corporação estadual ou com a Prefeitura, e com equipes para resgate e remoção de feridos leves da Secretaria Municipal de Saúde – além da equipe da Defesa Civil Municipal. Casos mais graves, no entanto, demandam o acionamento da corporação estadual, cujas unidades mais próximas ficam sediadas em Americana e Santa Bárbara d’Oeste.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE