Leitinho busca 8 respiradores para Covid em Minas Gerais

O prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho, pegou quase 300 quilômetros de estrada e buscou pessoalmente, na quarta-feira (31), oito novos respiradores para ampliar significativamente a capacidade de atendimento de pacientes com sintomas graves da Covid-19 na Rede Municipal de Saúde de Nova Odessa.

De acordo com informações do prefeito, a compra foi realizada na empresa Inspirar Comércio de Ventiladores Pumonares Ltda, da cidade de Itajubá, no Estado de Minas Gerais. Dos 8 respiradores recebidos, cinco deles foram comprados pela Prefeitura de Nova Odessa e outros três foram doados pela empresa Coelho Engenharia e Imobiliária, com sede no Jardim Santa Rosa.

Os novos respiradores garantirão um aumento de 133,33% no número de equipamentos existentes no município. Atualmente, a Rede Municipal de Saúde contava com apenas seis respiradores, sendo três na ala Covid do Hospital e Maternidade de Nova Odessa e mais três alocados na UR (Unidade Respiratória) do Jardim Alvorada. Desse total, quatro estão em uso no momento.

“Compramos há algumas semanas os respiradores e como eles estavam demorando para chegar, resolvemos pegar estrada e ir pessoalmente até Itajubá. São oito ventiladores pulmonares o que vai garantir mais qualidade de atendimento em nossa Rede Municipal e assim poder salvar vidas. Hoje esses equipamentos valem ouro e, na Prefeitura não vamos medir esforços para garantir uma melhor estrutura de atendimento, porque sabemos muito bem que os respiradores são vitais para que possamos salvar vidas. Quero parabenizar os representantes da Coelho Engenharia, que doou três respiradores e também nossos profissionais da saúde, que tem realizando um magnifico trabalho neste enfrentamento da pandemia”, declarou Leitinho, que também elogiou o esforço da equipe da Saúde Municipal e a parceria do vice-prefeito Alessandro Miranda, o Mineirinho.

Pacote

Os equipamentos adquiridos em Itajubá são parte de um “pacote” maior de investimentos na compra de novos equipamentos para pacientes respiratórios, anunciado em meados de março pelo prefeito Leitinho. No último dia 24 de março, a Prefeitura já havia recebido cinco monitores de sinais vitais do tipo multiparâmetro, adquiridos com a mesma finalidade, e que já estão em uso na nova ala respiratória do Hospital e Maternidade Municipal e, se necessário, na UR do Jardim Alvorada.

“Os monitores de sinais vitais já estão instalados na ala Covid do Hospital e esses respiradores serão instalados na quinta-feira no Hospital e em nossa Unidade Respiratória. Uma importante conquista, onde estamos mais que sobrando a nossa capacidade de atendimento de casos de urgência”, destacou o prefeito.

Também estão sendo adquiridas 20 bombas de infusão, insumos e medicamentos específicos para o tratamento da Covid. No total, apenas em 30 equipamentos, a Prefeitura de Nova Odessa investe R$ 410.500,00 na aquisição. Segundo a Secretaria Municipal de Administração, o valor representa uma “economia” de R$ 55.500,00 (o equivalente a -11,9%) com relação ao preço médio de mercado destes três itens atualmente – isto quando é possível encontrá-los à venda.

Segundo o gerente comercial da empresa fornecedora dos monitores multiparâmetro, Fernando Klein, “não está fácil” adquirir equipamentos como estes no mercado no momento, em função da grande demanda da Rede de Saúde de todo o país. Por isso, a agilidade da Prefeitura de Nova Odessa nas compras dos itens “foi fundamental” para garantir os novos equipamentos.

“As indústrias não estão conseguindo suprir a demanda. Como aqui já tínhamos a decisão de compra (por parte da Prefeitura), a fabricante nos garantiu a entrega, senão seriam necessários 90 dias para atender o pedido – que é o prazo para qualquer novo pedido. Mesmo fabricando no Brasil, a indústria usa componentes importados, e o mundo todo está comprando dos mesmos fornecedores”, apontou o gerente no último dia 24.

Outras medidas

A gestão municipal segue reforçando a Rede Municipal de Saúde para o enfrentamento da pandemia de Covid-19. A Prefeitura de Nova Odessa determinou a criação imediata de mais 16 leitos, de baixa complexidade, na Unidade Respiratória do Alvorada, por meio da transferência de alguns setores para tendas instaladas no estacionamento da antiga UBS.

Com mais esse “reforço” na Rede de Saúde, Nova Odessa passará a contar com 47 leitos de baixa e média complexidade para atendimento de pacientes infectados com o novo coronavírus, sendo 36 na UR e mais 11 na ala respiratória do Hospital e Maternidade Municipal. Para comparação, em dezembro, eram 14 leitos do tipo em toda a Rede de Saúde da cidade.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE