Leitinho autoriza reforma do antigo prédio de escola

O prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho, assinou nesta semana a ordem de serviço para início das obras de reforma do antigo prédio da Escola Municipal do Jardim São Manoel, em Nova Odessa. A unidade está desativada há alguns anos, desde que foi interditada. A Prefeitura investe na reforma R$ 645.711,35 em recursos próprios, viabilizados através das ações de renegociações de contratos, redução da folha e outras medidas de economia de custos iniciadas pela atual gestão.

A principal intervenção no prédio, conforme explicou a secretária municipal de Obras, Projetos e Planejamento Urbano, Miriam Cecília Lara Netto, é a solução para o antigo problema de afundamento do piso interno e externo, que causou rachaduras no prédio. “Será feita a execução de estacas mega para reforço da fundação, porque os alicerces do prédio vêm recalcando (cedendo) com o passar dos anos”, explicou.

“A intenção da Prefeitura é resolver um problema que vem de muito tempo. Assumimos com esse prédio sem uso, mas vamos devolvê-lo à Secretaria de Educação totalmente pronto e adequado para as necessidades atuais dos professores, servidores e alunos”, garantiu Leitinho.

“Além disso, a obra inclui a demolição do piso interno e externo e sua reconstrução, inclusive com piso granilite na área interna, além de uma nova calçada externa, a reconstrução de um muro lateral e a troca do gradil. Inclui ainda a revisão das instalações elétrica e hidráulica, com a reforma completa dos sanitários e da cozinha”, acrescentou Miriam.

“Vai ser feita ainda a pintura interna e externa, a colocação de revestimento interno nas salas de aula e reparos no telhado do pátio, com instalação de forro, reparos na iluminação externa e sinalização exigida pelo Corpo de Bombeiros”, completou o secretário-adjunto, engenheiro Renan Cogo.

Segundo o secretário municipal de Educação, José Jorge Teixeira, assim que estiver pronto, o prédio da antiga escola do São Manoel deve servir de “base estratégica” da Rede Municipal para a região Oeste da cidade. “Implantaremos lá alguns projetos multidisciplinares para atender alunos da rede naquela região, que está crescendo e tem algumas carências de atendimento na nossa área. Ela também deve ser utilizada quando precisarmos realizar reformas em outras unidades da Rede”, explicou.

Pela empresa, esteve presente à assinatura da ordem de serviço Marcos Dantas, sócio-proprietário e engenheiro da empresa vencedora de licitação e responsável pelo serviço, a Vênus Engenharia e Construtora Ltda EPP, que tem 12 anos de atuação na região. O prazo de conclusão do serviço é de seis meses. O contrato inclui o fornecimento de materiais, equipamentos e mão de obras para todo o serviço.

Na Educação

Trata-se da quarta obra em andamento da Prefeitura de Nova Odessa na área da Educação, e a terceira iniciada neste ano. A Prefeitura também está reformando a EMEF Dante Gazzetta, situada no Centro da cidade. A Prefeitura investe também nas obras de reforma e modernização da cozinha e da dispensa da EMEF (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Professora Salime Abdo, situada no Jardim Alvorada, e nas reformas e adaptações nas condições de acessibilidade do prédio da EMEF Professora Haldrey Michelle Bueno, situado no Jardim São Manoel.

A Rede Municipal novaodessense, mantida pela Prefeitura, possui 25 unidades, entre creches, pré-escolas e escolas de Ensino Fundamental I, e conta com 55 diretores e especialistas, 400 professores, 200 integrantes nas equipes de apoio e atende a cerca de 5,6 mil alunos. As aulas presenciais continuam suspensas na Rede Municipal desde o início da pandemia de Covid-19 e da quarentena com ordem para isolamento social. A data provável de início da retomada gradual da presença dos alunos nas unidades é 7 de junho.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE