Leite Fermentado Yakult completa 85 anos

Criado em 1935 pelo médico e pesquisador Minoru Shirota, o Leite Fermentado Yakult com o exclusivo probiótico Lactobacillus casei Shirota chega aos 85 anos como um produto consolidado e líder no segmento em nível global. Alimento pioneiro no mundo, o produto foi desenvolvido com objetivo de ajudar a manter a saúde intestinal da população do Japão. Graças à melhora das funções intestinais de crianças e adultos naquele país, a Yakult começou a expandir os negócios nas décadas seguintes e, hoje, está presente em 40 países e regiões, em cinco continentes. O Leite Fermentado Yakult é consumido diariamente por mais de 40 milhões de pessoas no planeta (dados de 2018).
A filosofia do médico e fundador da Yakult, Minoru Shirota, sempre incluiu conceitos de medicina preventiva, pois ele afirmava que ‘um intestino saudável leva a uma vida longa’. A Yakult Honsha – matriz sediada em Tóquio, no Japão – e suas filiais mantêm os preceitos do fundador e a determinação de seguir contribuindo para a saúde e a felicidade de consumidores ao redor do mundo. “Outra premissa do nosso fundador, seguida até os dias atuais, é que o Leite Fermentado Yakult tenha um preço acessível para todos os consumidores. Trabalhamos fortemente para cumprir esse preceito”, acentua o presidente da Yakult do Brasil, Atsushi Nemoto.
As pesquisas para avaliar a ação do probiótico da Yakult foram intensificadas a partir de 1955, com a criação do Yakult Central Institute for Microbiology Research – atualmente Yakult Central Institute (Instituto Central Yakult) –, sediado em Kunitachi, Tóquio (https://institute.yakult.co.jp/en/about/). O foco é realizar pesquisas e desenvolver produtos que utilizam microrganismos benéficos e que possuem funções biológicas regulatórias com base no conceito da medicina preventiva. Para isso, as pesquisas se concentram nas áreas da microbiologia, nutrição, fisiologia, imunologia, bioquímica e biotecnologia, entre outras.
O Instituto Central Yakult também é pioneiro em pesquisas sobre as funções dos probióticos no hospedeiro a partir de uma perspectiva microbiana, e utiliza a mais recente tecnologia para analisar a relação cooperativa entre probióticos e bactérias intestinais, o que significa que uma microbiota intestinal saudável permite prevenir doenças – conforme preconizava o fundador da Yakult.
O diferencial do Leite Fermentado Yakult é a utilização do Lactobacillus casei Shirota, que tem alta resistência na passagem pelas barreiras naturais do organismo: os sucos digestivos. Por isso, consegue chegar vivo e em maior quantidade ao intestino, promovendo uma atividade intestinal mais saudável. Na microbiota, o Lactobacillus casei Shirota produz vários metabólitos, entre os quais o ácido lático, responsável por melhorar o ambiente intestinal, facilitar a digestão dos alimentos e ajudar na absorção dos nutrientes, além de contribuir para a diminuição das bactérias nocivas à saúde.
Fundamental para a saúde
Sem os microrganismos que compõem a microbiota intestinal o ser humano não poderia sobreviver, porque são fundamentais para a conversão dos componentes indigeríveis, da regulação energética, síntese de vitaminas, produção de ácidos graxos de cadeia curta (AGCC), proteção contra patógenos e modulação do sistema imune.
Cada ser humano tem uma microbiota intestinal única, como uma impressão digital, que se forma a partir do nascimento, ganha características específicas de acordo com o tipo de parto e o tempo de amamentação, e permanece inalterada ao longo da vida. Entretanto, fatores como idade, uso excessivo de antibióticos, estresse e, especialmente, alimentação, podem interferir na qualidade da microbiota e trazer consequências para a saúde.
A microbiota intestinal é relativamente estável em indivíduos sadios, mas pode sofrer alterações pela condição fisiológica, emocional, ingestão de medicamentos e interação das bactérias intestinais. Padrões anormais de microbiota podem ser vistos em pacientes com câncer ou pós-cirurgias, bem como em distúrbios gastrointestinais, gastrohepáticos, anemia perniciosa, estresse, imunodeficiências, ingestão de antibióticos ou em processos de envelhecimento. A orientação dos especialistas é ingerir probióticos diariamente para manter a microbiota saudável e, assim, proteger a saúde.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE