Lava Jato mira tucanos e prende Paulo Preto

A 60ª fase da Lava Jato mira tucanos na manhã desta terça-feira. Policiais Federais cumprem mandado de prisão preventiva contra Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, famoso operador do PSDB no governo de São Paulo.
Além dele, são 12 mandados de busca e apreensão em endereços ligados a ele e ao ex-chanceler e ex-senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB). As investigações apontam que Souza atuou na lavagem de mais de R$ 130 milhões. O esquema consistiria em repasses ao Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht e teria funcionado entre 2010 e 2011.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE