Laerte vai lançar HQ contando própria história

Hoje conhecido como ativista nos debates sobre gênero e sexualidade e influente nas mídias sociais, onde discute de política e estilo de vida a banheiros femininos, Laerte despertou a curiosidade da mídia quando se revelou crossdresser (ou travestimento).

Quando decidiu assumir sua identidade feminina, em 2004, o trabalho de Laerte ganhou novos rumos. Nos dez anos seguintes, o processo de trabalho da cartunista passou por reviravoltas. ???Minha atividade profissional se solidificou e cresceu a luz de um procedimento muito claro: ideia, rascunho e desenho. Existia uma linearidade do meu processo produtivo que eu não tenho mais, e isso é foda???, avalia ela.

VIDA PESSOAL INVADE VIDA PROFISSIONAL

O processo de transgeneridade de Larte apareceu nas tirinhas do personagem Hugo Baracchini, feitas para o jornal Folha de S. Paulo

Com IG.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE