Kwid: Renault aposta em preço

O destaque no Salão de Buenos Aires é sucesso antes de ser lançado. A tacada ousada de Renault com o Kwid demorou a ser maturada, a partir de um projeto indiano que foi muito criticado por ser inseguro.
Reprojetado no Brasil, com motor 1.0 de três cilindros compatível com seu baixo peso e quatro airbags de série, o Kwid está chegando em pré-venda, que começou na apresentação do modelo no Salão de Buenos Aires. Com preço R$ 10 abaixo dos R$ 30 mil, como manda o marketing psicológico, a versão de entrada é ???pelada??? e deve atender a frotistas.
A versão intermediária, a que mais vai vender, já vem com ar-condicionado e central multimídia e sai por pouco menos de R$ 35 mil. A topo, com sensor de ré e acabamentos nos bancos, pads nas portas, custa quase R$ 40 mil.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE