Justiça marca data de julgamento do cantor Hudson

A audiência de instrução, debate e julgamento de Udson Cadorini Silva, de 40 anos, da dupla sertaneja Edson & Hudson, foi marcada para o dia 9 de agosto (sexta-feira), às 13h30, no Fórum de Limeira (SP). O cantor responde pelo crime de porte ilegal de armas. 
Hudson foi preso duas vezes no mês março por porte e posse ilegais de armas. Na primeira prisão, policiais militares abordaram o cantor depois de um chamado da ex-mulher, que ligou para a PM após receber mensagens de celular avisando que o sertanejo iria até a casa dela. A PM encontrou no carro do músico uma pistola 380, um revólver 38, um canivete, um soco-inglês e uma faca de cozinha. Hudson foi preso, pagou R$ 6 mil de fiança e foi solto.
No mesmo dia, à noite, o cantor foi preso novamente depois que policiais militares foram à casa do músico e encontraram uma carabina, uma bereta, munições de uso proibido e maconha. O sertanejo teve a liberdade provisória concedida pela Justiça na noite do dia 21 e poderia deixar a delegacia de Limeira se pagasse uma segunda fiança de R$ 12 mil. A prisão preventiva decretada no dia 22, porém, anulou a medida e ele foi levado ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Piracicaba (SP) e depois à penitenciária de Tremembé (SP).

Na tarde do dia 23 de março, o Tribunal de Justiça (TJ-SP) concedeu habeas corpus ao músico, dando o direito ao cantor de responder aos crimes em liberdade. Em 5 de abril de 2013, o cantor foi proibido de chegar perto da primeira ex-mulher e da própria filha, conforme decisão da Justiça de Limeira. 
Com informações do G1.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE