Justiça manda pra cadeia pai que atirou bebê no muro

A juíza da 1ª Vara Criminal de Santa Bárbara d’Oeste, Camilla Marcela Ferrari Arcaro, decretou a prisão preventiva do funileiro D.A.M, de 25 anos, que na tarde deste domingo (13), arremessou sobre um muro de 2,5 metros de altura, sua filha M.J, de apenas 17 dias.

A audiência de custódia foi realizada na tarde de hoje (14) no Fórum local. D, que foi preso em flagrante e ficou detido na Cadeia Pública local, foi transferido para a Cadeia de Piracicaba, onde deve aguardar o julgamento.
Na audiência desta segunda-feira, levada em conta a gravidade do caso para decretar a prisão preventiva. O Ministério Público citou que o funileiro arremessou a filha sobre o muro com a intenção de matá-la e se não pretendia essa finalidade, aceitou o risco de ceifar a vida da bebê. “Solto, ele poderá tentar novamente tirar a vida da filha”, mencionou o MP. Diante disso a prisão em flagrante foi convertida em preventiva pela juíza.
O caso revoltou vizinhos e parentes que quase lincharam o funileiro após o crime. Ele se trancou num dos quartos da residência do vizinho até a chegada da equipe de Apoio Tático da Guarda Municipal. A criança segue internada no Hospital Estadual de Sumaré”.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE