Justiça absolve Adélio do caso da facada

O juiz federal Bruno Savino, da 3ª Vara da Justiça Federal em Juiz de Fora (MG), absolveu Adélio Bispo de Oliveira no processo em que ele é réu confesso por esfaquear o presidente Jair Bolsonaro, em julho de 2018. 
O garçom foi considerado inimputável por sofrer de transtorno delirante persistente. A prisão preventiva de Adélio foi convertida em internação por tempo indeterminado. 

Na sentença, o juiz afirma que a facada em Bolsonaro foi ???consequência direta da doença mental ativa???. Adelio foi diagnosticado como portador de Transtorno Delirante Persistente e teve a internação decretada.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE