Edit

Juiz determina que horário do comércio de Americana deve reduzir

A decisão do prefeito de Americana, Omar Najar (MDB), de manter o comércio aberto por 12 horas mesmo contrariando as orientações da fase amarela do Plano SP, imposta pelo governador João Doria (PSDB), não vingou.

O Juiz Marcos Cosme Porto determinou que a cidade siga as regras da fase amarela – o comércio pode funcionar por 10 horas por dia. Caso a determinação não seja obedecida, a cidade recebe multa de R$50 mil por dia.

A decisão do Juiz é decorrente de uma ação do Ministério Público elaborada pelos promotores Luciana Gobbi Beneti e Ivan Carneiro Castanheiro. A dupla afirma que a abertura do comércio por mais duas horas não é garantia de que não haverá aglomeração, argumento usado pela prefeitura para manter as 12 horas – como acontecia na fase verde.

A prefeitura se posicionou sobre o assunto.

“Apesar das muitas manifestações já feitas sobre o tema, a prefeitura reforça que o volume de consumidores no fim do ano, sendo o mesmo, se beneficiaria de um horário de funcionamento ampliado, uma vez que reduziria a concentração de pessoas no calçadão, nas filas em portas de lojas e de pontos de ônibus”.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE