Juca admite preocupação com possíveis processos

O vereador e presidente da Câmara Municipal de Santa Bárbara d’Oeste, Juca Bortolucci (PSDB) afirmou, durante a sessão desta terça-feira, estar preocupado com a rejeição do projeto que aplicaria o repasse inflacionário de 9,83% ao salário dos parlamentares. 
Juca, após ter se manifestado durante a discussão, falou ao NM e expôs a possibilidade de vereadores entrarem com uma ação contra a Câmara, requerendo o repasse não aprovado. 
“?? somente a reposição inflacionária. Não tem um centavo a mais. A gente fica temeroso para que no futuro, se os vereadores não receberem esse repasse, que possam ingressar na justiça para então requerer o repasse da inflação que não aconteceu. Esperamos que não tenha o precatório futuramente daqui cinco, dez anos. A própria população vai pagar esse dinheiro corrigido”, disse o presidente. 
Juca ainda disse que se não encontrarem uma forma de pagar esse reajuste, a não aprovação do projeto pode ser encarado com uma caderneta de poupança aos vereadores. “Os vereadores podem, daqui uns anos, entrar na justiça e requerer esse repasse, e vai ganhar, porque nós já vimos isso acontecer”, concluiu. 
Na conversa, o presidente aproveitou e deu uma alfinetada nos colegas que votaram contra o reajuste inflacionário. “Todos os vereadores, mesmo votando contrário, receberam o reajuste. Então a gente não acha justo passar essa imagem para população, de que votou contra, sendo que todo mês pingou na conta dele, o dinheiro entrou”, desabafou. 
O tucano afirmou que pediu orientação ao jurídico da casa de como proceder nesse caso e está aguardando um parecer. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE