JR Dias questiona projeto de Giuliani na Cultura

O vereador e presidente da Comissão de Cultura, Esporte e Turismo da Câmara Municipal de Americana Juninho Dias (MDB), protocolou um requerimento na tarde desta quarta-feira com diversos questionamentos para a Secretaria de Cultura e ConCult (Conselho Municipal de Cultura) sobre o projeto “Cultura na Quarentena’’, divulgado recentemente pelo secretário da pasta, Fernando Giuliani.

No documento, Juninho traz seis questionamentos abordando valores e beneficiados, além de perguntar os planos da pasta pós quarentena. Veja:

1) Qual o valor disponível no Fundo Municipal de Assistência a Cultura?
2) Do valor especificado, qual a porcentagem que pode ser usada para projetos de natureza semelhante ao projeto “Cultura na Quarentena”?
3) Quantas pessoas estão cadastradas no Cadastro de Artistas?
4) Segundo informações divulgadas pela Prefeitura Municipal de Americana, o Projeto “Cultura na Quarentena” tem um custo de 30 mil reais que será custeado com recursos provenientes do Fundo Municipal de Assistência a Cultura e haverá um número limitado de artistas beneficiados, sendo contemplados apenas 50 artistas com trabalhos individuais de R$250 e 35 artistas com trabalhos coletivos de R$ 500. Por que o projeto não prevê a contemplação de todos os artistas cadastrados do Cadastro de Artistas? Explique.
5) Existe uma previsão de outros projetos que auxiliem essa classe durante a quarentena? Qual?
6) Após a retomada gradual do comércio e das atividades artísticas, como a Secretaria de Cultura e Turismo pretende auxiliar essa classe? Existe um plano de incentivo ou reaquecimento dessas atividades? Se sim, qual? Se não, por que?

“Tenho sido muito procurado pelos artistas de Americana em relação ao cadastramento e a abrangência desse edital emergencial que promete contemplar parte da classe artística da cidade. Sabendo da importância e da dificuldade que os artistas estão passando durante essa pandemia, quero garantir que nenhum artista fique desassistido, uma vez que a abertura de editais é uma antiga cobrança dessa classe que é uma das mais afetadas desde o início da pandemia ” disse Juninho Dias.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE