Jogador do Vasco espancado em favela

Sem poder jogar no Fluminense, Wellington Silva teria salvado Bernardo, do Vasco, de ser assassinado no último domingo. O apoiador do Vasco foi espancado por traficantes na Favela da Maré e o lateral-direito tricolor, que estava lá, foi chamado e convenceu os traficantes a não matarem o jogador. Seu argumento foi de que, se ocorresse uma morte dessas por lá, no dia seguinte o morro passaria a ter uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP).

O problema todo teria acontecido porque Bernardo se envolveu com a mulher de um dos traficantes locais e, flagrado com ela, acabou sequestrado, espancado e torturado. A mulher, Dayana Rodrigues, chegou a levar sete tiros nas pernas.

Quem também estaria por lá era o volante Charles, do Cruzeiro.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE