Jean Carlos. A força jovem do PDT

Com apenas 27 anos, o advogado criminalista Jean Carlos quer fazer a diferença nas eleições municipais deste ano. Quando recebeu o convite para disputar uma vaga na Câmara de Vereadores pelo PDT, o jovem encarou o desafio de peito aberto e disposto realmente a lutar para chegar lá. Com garra e juventude, ele quer mostrar que é possível renovar a política e trabalhar por uma Americana transparente, progressista e com oportunidade para todos.
Jean nasceu em Dracena, mas chegou em Americana ainda pequeno, com apenas 4 anos. Em 2016, se formou em Direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, com pós graduação em comportamento criminal. Trabalha em seu próprio escritório de advocacia e pela primeira vez encara a disputa por um cargo público.

Ele acredita na jovem política e entende que há muito o que mudar. “A renovação é importante em todas as áreas, em especial na política. O que me levou a aceitar esse desafio foi acreditar que ainda tem muita coisa a ser feita e eu quero ser agente dessa mudança” . Sua formação em direito vai ajudá-lo a cumprir o principal papel do vereador, na sua visão: fiscalizar o Executivo e pensar em políticas públicas.

O descrédito que ronda a política diante da opinião pública, não o intimida a lutar para conquistar uma cadeira na Câmara de Vereadores e cumprir com esse papel. “Entendo e respeito a posição do eleitor. Sou aberto à críticas e opiniões. Vou ouvir o que o eleitor tem a dizer e estarei pronto para ser cobrado caso seja eleito. Sou aberto à críticas e sugestões. Entendo que junto com o eleitor, podemos mudar muita coisa pra melhor”.

Suas propostas estão focadas, principalmente, para as minorias e periferias, setores carentes de atendimento. “Faltam políticas públicas para essas áreas”, diz.

Por mais de 15 anos, o pai de Jean – Chiquinho – mantem comércios na região da Cidade Jardim, atendendo Jardim dos Lírios, Jardim das Flores, Mathiensen e bairros vizinhos.

As questões sociais que sempre o acompanharam continuam presentes ao exercer a carreira de advogado. Além do seu escritório, ele integra a equipe de advogados da OAB que presta assistência jurídica gratuita à população de baixa renda. Por tudo isso, representar as minorias é uma bandeira que ele quer erguer na Câmara, caso venha a ocupar uma cadeira no Legislativo. Jean entende que as políticas públicas devem contemplar as minorias começando ainda na infância.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE