Edit

Itaú Unibanco agora tem recarga de bilhete único no app

O time de Banco Varejo do Itaú Unibanco anuncia uma grande implementação nos apps Itaú e Itaú Light: agora, clientes correntistas da cidade de São Paulo podem recarregar o Bilhete Único sem sair de casa, de forma 100% digital. A funcionalidade tem como objetivo facilitar processos na hora de recarregar o cartão e poupar tempo para os usuários, contribuindo para diminuição de filas e aglomerações em estações e terminais. Além disso, os paulistanos que usarem a função pela primeira vez, ganham um mês de Bike Itaú, projeto da Tembici, líder em tecnologia para micromobilidade na América Latina.

“O que nos norteia na hora de decidir quais novos produtos e serviços iremos desenvolver para os canais digitais do banco são os nossos clientes: estamos sempre ouvindo e aprendendo com suas necessidades, que estão naturalmente vinculadas ao ambiente em que estão inseridos. Um exemplo é o desafio que a mobilidade representa nos grandes centros urbanos, como São Paulo, em que uma parcela da população busca de novas opções de deslocamento, muitas vezes optando pelo transporte público e pela intermobilidade”, explica Renato Mansur, diretor de Canais Digitais.

A ação enfatiza a importância de integrar a bicicleta com o transporte público e pedalar com segurança, contribuindo para o distanciamento social recomendado durante a pandemia e para a sustentabilidade na cidade. Para utilizar a gratuidade das bikes, o valor mínimo da recarga do Bilhete Único nos apps Itaú ou Itaú Light deve ser de R$15,00 e a promoção é válida apenas para novos usuários do Bike Itaú, com limite de um código por CPF, até o dia 7 de outubro.

“As empresas, independente do setor de atuação, têm buscado trazer soluções com impacto positivo real nos processos, neste período atribulado que atravessamos”, explica Luciana Nicola, superintendente de Relações Institucionais, Sustentabilidade e Empreendedorismo do Itaú Unibanco. “A recarga do Bilhete único nos aplicativos Itaú e Itaú Light e a integração com as bikes reúne os importantes conceitos de intermodalidade e micromobilidade para fazer da locomoção dos clientes em São Paulo um processo mais prático, mais rápido – e mais seguro”, completa a executiva.

 

Importância da intermodalidade e infraestrutura cicloviária

Tembici dispõe de 2.700 bikes e aproximadamente 260 estações distribuídas pela cidade, muitas estão próximas a estações de metrô e terminais de ônibus. Cerca de 20% das viagens com as bikes compartilhadas começam ou terminam em estações próximas a pontos de transporte público, ou seja, 1 a cada 5 viagens do Bike Sampa, que funciona 24 horas, são originadas em estações de integração modal.

A integração modal nas grandes cidades permite que pessoas que vivem longe das regiões centrais acessem o sistema de transporte, característica muito comum nos centros urbanos brasileiros, onde há uma grande periferia residencial e a concentração de empregos e atividades estão localizadas no centro da cidade, exigindo o deslocamento de muitas pessoas em grandes distâncias.

“A integração modal é sem dúvida o pilar mais importante no acesso de mais pessoas aos sistemas. A infraestrutura cicloviária é essencial para garantir segurança e conforto aos usuários, muitos deles recém iniciados no ciclismo urbano. Nosso objetivo é facilitar o acesso de todos às bicicletas, defendendo a concentração delas em local de densidade de empregos e principais pontos de interesse da população”, comenta Renata Rabello, gerente de planejamento urbano da Tembici.

A infraestrutura cicloviária é um dos principais propulsores na adesão de uso das bikes, passando segurança e conforto ao usuário durante o trajeto, podendo pedalar ao lado de amigos e outros ciclistas em um lugar privado de carros e veículos de grande porte. Além disso, com a bicicleta, não há trânsito, logo, as pessoas levam menos tempo nos trajetos dos que os carros, por exemplo, nos horários de pico.

 

Recomendações de uso da bike

Alinhado às recomendações dos órgãos de saúde como a OMS, desde o início da pandemia, a Tembici reforçou o processo de higienização das bikes e estações desde o início da pandemia. Além da limpeza diária com álcool 70%, ainda no centro de operações, todas as bikes são lavadas com cloro diluído em água. Mesmo com a limpeza recorrente, a empresa recomenda que os usuários também apliquem álcool em gel nas mãos antes e depois de utilizar as bicicletas, além de fazer uso de máscaras.

 

Veja abaixo como é simples fazer a recarga pelo app Itaú  

1) Acesse o app Itaú, vá no menu “transações” (barra inferior) e clique em Recarregar.

2) Selecione a opção “transporte”, em seguida, “Bilhete Único”

3) Insira o número do cartão Bilhete Único que receberá o crédito

4) Informe o valor da recarga (máximo R$ 340). Em seguida, insira a senha do cartão

5) Revise as informações (número do cartão, tipo e valor da recarga)

6) Confirme a operação

Pronto! O crédito estará disponível para utilização em até 2 minutos, basta aproximar o cartão de transporte em um terminal autorizado para liberar os créditos comprados.

O cliente poderá ver mais detalhes do comprovante ou compartilhá-lo. A recarga do Bilhete Único está disponível no App Itaú e Light Itaú nas modalidades comum e avulso. Em breve também estará disponível na modalidade estudante.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE