Ipea diz que errou pesquisa sobre estupro

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) anunciou, através uma errata em seu site, nesta sexta-feira (4), que houve um erro nos dados da pesquisa que indicava que 65% dos brasileiros apoiavam ataques a mulheres com roupas curtas. Na verdade, o índice é de 26%.

Uma troca nos gráficos seria o motivo para o erro, segundo o Ipea. Os demais dados também foram corrigidos. Na nova versão, 70% discordam totalmente que ???mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas??? e 3,4% se declararam neutros.
A Folha de S. Paulo informou que o diretor da área social do Ipea pediu exoneração do cargo assim que o resultado foi divulgado.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE