Inep elimina 1500 candidatos do Enem

O delegado Fernando lima, com um dos celulares apreendidos com fraudadores  (Foto: Paulo Filgueiras/Em/D.a Press)
Terra – Um esquema montado pela mesma quadrilha que vendia vagas em universidades do Rio de Janeiro e de Minas Gerais conseguiu fraudar as provas Enem deste ano, de acordo com a polícia. Investigações apontam que os criminosos infiltravam pessoas nas salas de aula para fazer as provas rapidamente e passar as respostas para os alunos que disputavam o exame. Durante as investigações, foram identificadas conversas entre os suspeitos. Eles teriam passado o gabarito a candidatos que realizavam a prova em Barbacena, Minas Gerais.Para conseguir passar pelos fiscais, os criminosos atuavam em cidades com esquema de segurança mais frágil. A polícia reuniu escutas telefônicas que mostram como a quadrilha agia para fraudar o Enem e imagens que mostram candidatos e integrantes da quadrilha se reunindo dentro de carros antes das provas. Eles recebiam treinamento antes das provas, e os candidatos aprovados continuavam recebendo a ajuda da quadrilha também para passar de ano. A polícia indiciou 36 pessoas pelo esquema, e 10 continuam presas.
Segundo a assessoria de imprensa do Ministério da Educação, foram 1522 candidatos eliminados, sendo 336 candidatos de Minas e quatro de Barbacena.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE