Indústria prepara para recuperação da economia no 2º semestre

A crise econômica brasileira, sentida intensamente por todos os setores nos últimos anos, deverá apresentar uma leve recuperação a partir do segundo semestre de 2017. E com esse panorama que as grandes indústrias do país têm planejado o próximo ano. Para a tradicional empresa paranaense Cini Bebidas, a fábrica de refrigerantes mais antiga do Brasil, com 112 anos de história, o mercado deve continuar retraído, mesmo assim os planos são audaciosos. Com uma produção mensal que supera os 6 milhões de litros, a Cini Bebidas trabalha com mais de 50 produtos em sua linha, distribuídos em carbonatados e não carbonatados como água, sucos e chás. De acordo com o professor de finanças do Instituto Superior de Administração e Economia (ISAE), Sérgio Itamar, embora a economia e os índices não sejam animadores, há sim uma expectativa que no final de 2017, a indústria tenha uma evolução positiva, em relação aos números atuais.  Sérgio Itamar explica que o momento é de cautela, mas destaca que cada empresa pode buscar alternativas para encarar este período difícil no país. “

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE