Impeachment volta uma Casa

O deputado Valdir Maranhão (PP), que assumiu o comando da Câmara dos Deputados depois que Eduardo Cunha (PMDB) foi afastado pelo STF (Supremo) na semana passada, decidiu anular o processo de impeachment da presidente Dilma Roussef (PT).
O processo foi votado no dia 17 de abril e Dilma saiu derrotada por 367 a 137 votos. O processo foi encaminhado para o Senado e era esperada a votação decisiva para esta quarta-feira. Com a decisão, o processo volta para a Câmara e a votação do dia 17 fica anulada.
Maranhão acatou pedido da AGU (Advocacia Geral da União) que viu vício na votação com a orientação de bancada e na entrega para o Senado via ofício.
RUAS- A semana começa fervendo e as ruas vão determinar o que deve acontecer nos próximos dias.     

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE