Idosos. Dos memes aos cuidados na quarentena

Impacientes com a quarentena, os idosos se tornaram o centro de memes nas redes sociais e vídeos no WhatsApp. O fato é que para eles está sendo um grande desafio enfrentar esse período, associado a todas as limitações naturais – físicas e cognitivas da idade – e, claro, as mudanças bruscas diárias impostas.
Uma atenção a mais a eles é fundamental para que a saúde mental continue ajustada neste momento de tanta tensão e ansiedade. ???Este é um momento de evitar posturas rígidas com os idosos, devido ao cenário que enfrentamos que já é de muito nervosismo???, explica a psicóloga, professora e coordenadora do curso de psicologia da Anhanguera de Limeira, Diannifer Aparecida Oliveira.
A especialista elenca algumas posturas e ações importantes que toda a família pode ter com os mais velhos neste momento para manter a saúde mental deles e de todos na casa, além de dicas práticas direcionadas para quem já está na terceira idade. Confira!
Calendário e organização bem ajustadas
Manter uma rotina fará que o dia possa ser estruturado por atividades importantes como horário de acordar, comer, assistir TV, exercitar, falar/ligar para um parente ou amigo, lazer e descanso. Oriente o tempo e o dia por meio de calendário (vale circular o dia atual e checar o que passou), murais específicos e bilhetes pontuais.
Atividades: nada de sobrecarga ou cobrança por produtividade
Respeite as atividades rotineiras e possíveis, tomando o cuidado com a inclusão de novas atividades. Não há a necessidade de sobrecarregar o idoso. Se possível, realize atividades de estimulação cognitiva com jogos e brincadeiras, como ???stop???, ???imagem e ação???, palavras-cruzadas e charadas. Aproveite para unir a família.
 Observar uma paisagem e regular a postura corporal podem mudar o dia!
Massagem, escalda pés, observação de paisagem pela janela ou de uma fotografia, manuseio de texturas diferentes e exercícios de respiração podem auxiliar no alívio da ansiedade. Atividades físicas como alongamento, regular postura corporal, exercícios de mentalização e atenção nas partes e funções do corpo auxiliam na liberação de hormônios que promovem o bem-estar.

Relembre o que passou, conte histórias e planeje o que está por vir!
Ao final do dia, recorde as tarefas realizadas, planeje o dia seguinte, valide os sentimentos, conte histórias de família, tudo isso ajuda a manter a saúde mental e a sensação de utilidade. Caso o idoso já tenha passado por uma situação parecida com a pandemia no passado, questione as histórias, aprendizados, conhecimentos e sentimentos naquela situação e que podem auxiliar na situação atual, bem como os benefícios e resiliências retirados daquele momento. Idosos com rebaixamento cognitivo tendem a repetir histórias, não censure, faça novas perguntas para gerar novas respostas, e demonstre interesse.
Preparando uma boa noite de sono
Deixe a casa mais silenciosa e escura, diminua a emissão de ruídos. Os aparelhos eletrônicos, principalmente telas, devem deixar de ser utilizados pelo menos uma hora antes de deitar. Não faça uso de bebidas estimulantes próximo ao horário de dormir e, se for do gosto do idoso, prepare um chá calmante.

Vanessa Voigt StumpfClient Experience Senior Associate

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE