Hospitalhaços inicia atividades no Sírio-Libanês, em SP

A ONG Hospitalhaços inicia, a partir do dia 20 de dezembro de 2016, suas atividades em uma das maiores instituições hospitalares do país, o Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista. Essa parceria marca um ano de muitas conquistas e expansão da ONG, que realiza um projeto de humanização hospitalar desde 1999, levando alegria e amor com seriedade para 24 hospitais em 15 cidades do estado de São Paulo. 
Inaugurado em 1921, o Sírio-Libanês é um centro de referência internacional em saúde. Com uma área construída de aproximadamente 100 mil metros quadrados no bairro da Bela Vista, em São Paulo, atende mais de 60 especialidades e conta com 464 leitos???, dos quais 57 na Unidade de Terapia Intensiva. Desses, seis são de UTI Pediátrica. 
O convite veio da própria administração do Hospital, em setembro, que reconheceu o trabalho sério da Hospitalhaços. A parceria foi selada em novembro, com uma programação de ações temáticas e um trabalho continuado na unidade pediátrica a partir de dezembro. De início, os voluntários Néio Pena e Antônio Carlos Gomes (palhaços Esparadrapo e Picolé, respectivamente) ficarão responsáveis pelas atividades na instituição, mas a intenção é aumentar esse número a partir de 2017. 
O coordenador geral da ONG, Mario Paes, disse estar honrado com o convite. “Ficamos lisonjeados com o convite. Essa parceria veio para fortalecer ainda mais a Hospitalhaços, que agora atua em uma das instituições que é referência no Brasil, atendendo pessoas do país inteiro”, reforça. 
“A atuação da Hospitalhaços dentro de nossa instituição reforça os nossos valores e a nossa busca permanente para oferecer aos nossos pacientes uma experiência de cuidado única, cada vez mais humanizada, com qualidade e segurança”, afirma o Dr. Antonio Antonietto Jr, diretor de Governança Clínica do Hospital Sírio-Libanês. 
Mesmo com a crise que acometeu toda a nação, Paes conta que a ONG cresceu dentro do esperado para o ano, com a inauguração de duas brinquedotecas e expansão da atuação em dois hospitais, totalizando as atividades da instituição em 15 cidades paulistas e 24 instituições hospitalares. “Estamos muito contentes com os resultados do ano e esperamos que em 2017 tenhamos uma melhora na economia para que possamos chegar a mais hospitais”, planeja.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE