Hospital Santa Bárbara. Prefeitura vai investir R$ 19 milhões/ano

O prefeito de Santa Bárbara d’Oeste, Rafael Piovezan, enviou à Câmara Municipal projeto de lei que amplia o repasse de recursos à Santa Casa de Misericórdia, mantenedora do Hospital Santa Bárbara. Pela proposta, a Prefeitura passa a investir mensalmente R$ 1.596.000, valor que ultrapassa os R$ 19,1 milhões por ano. Os recursos serão utilizados no combate à pandemia e na manutenção da unidade hospitalar.

Além de todos os repasses previstos no projeto de lei que será apreciado pelos vereadores, a Santa Casa/Hospital Santa Bárbara receberá até R$ 6,6 milhões mensais, podendo chegar a R$ 79,8 milhões ao ano – entre recursos da Prefeitura e dos governos Estadual e Federal.

Durante sua participação no Jornal Santa Bárbara Hoje, da Rádio Santa Bárbara FM 95,9 MHz, o prefeito explicou que o projeto vai ao encontro da transformação realizada desde 2013 na rede municipal de Saúde. “Nos últimos anos, com muito trabalho e responsabilidade, proporcionamos a reorganização da nossa rede, com novas UBSs, implantadas, ampliadas e reformadas, a reestruturação dos nossos PSs e a implantação de novos espaços, como o Centro de Especialidades e o Centro de Exames e Diagnósticos. E temos também o Hospital Santa Bárbara, que está na história de tantos barbarenses que ali nasceram ou que foram atendidos. Com a aprovação deste projeto por parte dos vereadores teremos um aumento de 6 vezes do valor que era investido no início de 2013. É algo sem precedentes na história de Santa Bárbara d’Oeste e é algo que não é visto em nenhum outro município”, disse Rafael Piovezan.

Estrutura da rede municipal de Saúde e o combate à Covid-19

O trabalho para a ampliação da estrutura da rede pública de saúde é constante em Santa Bárbara d’Oeste. Desde o início da pandemia da Covid-19, o Município foi o que mais abriu leitos na região para o atendimento de pacientes e foi um dos poucos no Estado de São Paulo a manter o seu Hospital de Campanha em pleno funcionamento – o que possibilitou que o cidadão barbarense fosse assistido em um dos momentos mais difíceis da pandemia.

Com as novas instalações, a rede pública de Saúde do Município passou a contar com a seguinte estrutura:

• 26 leitos de UTI Covid-19 no Hospital Santa Bárbara;

• 20 leitos com respiradores e 30 leitos clínicos (sem respiradores) no Hospital de Campanha;

• 12 leitos com respiradores, 13 leitos clínicos (sem respiradores), além de 7 cadeiras médicas no PS “Dr. Edison Mano”;

• Além destes leitos para o enfrentamento da Covid-19, também foi ampliado de 8 para 15 o número de leitos de UTI Convencional no Hospital Santa Bárbara.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE