Hospital de Campanha de Sumaré recebe equipamentos

O Hospital de Campanha de Sumaré já está recebendo seus equipamentos e maquinários por parte da municipalidade! A Prefeitura prepara o local, no antigo hospital Madre Theodora, na região de Nova Veneza, que será um reforço nas ações municipais contra o coronavírus e utilizado em caso de necessidade. A previsão é que sejam implantados 20 leitos viabilizados pelo Município e 56 leitos de UTI pelo Governo do Estado, além dos diversos leitos de enfermaria, utilizando a área construída de 10 mil metros quadrados do hospital.
A implantação do hospital de campanha está prevista no plano de contingência do Município, iniciado em janeiro. Em março, o prefeito visitou as instalações do hospital para verificar as condições estruturais. “Desde o início do ano trabalhamos para viabilizar a implantação de um hospital de campanha em Sumaré, que será uma grande ajuda no atendimento dos casos de coronavírus. Trabalhamos no local, que já está sendo montado e, em breve, estará pronto para ser ativado. No momento, graças a um trabalho forte e muito empenho, nossos leitos têm sido suficientes para atender os todos casos, porém, queremos estar preparados para possíveis lotações dos leitos das nossas unidades de saúde, atendendo dignamente nossos pacientes”, explicou o prefeito Luiz Dalben.
“Agradecemos a atenção, o apoio e a dedicação do Grupo Amil, proporitária do antigo hospital Madre Theodora, para com a população sumareense. Essa parceria é de extrema importância para o enfrentamento do coronavírus em Sumaré. Conforme as fases epidemiológicas e sanitárias da doença, iniciamos novas fases do nosso plano de contingência, que tem como uma das principais ações a implantação do hospital de campanha. Trabalhamos para que não haja necessidade de sua ativação, porém, trabalhamos para montar um ambiente preparado e de qualidade para a população, caso necessite”, disse o secretário de Saúde, Rafael Virginelli.
O plano de contingência contra o coronavírus foi iniciado em janeiro, a pedido do prefeito Luiz Dalben, capacitando os colaboradores da saúde e realizando ações de orientação da população, de acordo com as determinações do Ministério da Saúde e Secretaria Estadual de Saúde.
A Prefeitura ampliou os leitos das UPAs Matão e Macarenko, todas as outras 22 unidades de saúde da atenção primária estão voltadas para o atendimento do coronavírus, seguindo os critérios do Ministério da Saúde, caso necessite utilizar seus espaços para tratamento da doença. Além disso, a Secretaria de Saúde, disponibiliza 6 unidades de referências para tratamento da Covid-19. Os moradores que apresentarem sintomas leves da doença, por exemplo, devem procurar a unidade localizada na sua região: Região Central/Rural (UBS Veccon), Região do Matão (UBS Matão), Região do Picerno (UBS Bordon), Região do Maria Antonia (UBS Florely), Região da Área Cura (UBS Ypiranga) e Região de Nova Veneza (PA-CIS Nova Veneza, segunda entrada).
 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE