Edit

Hopi Hari continua com espetáculo de Alice no País das Maravilhas

Viajar pelo fascinante mundo dos sonhos nunca foi tão fácil. Desde junho, o Hopi Hari realiza o espetáculo Alice de volta ao País Mais Divertido do Mundo e, devido ao grande sucesso, o que era para ser apenas uma temporada se tornou parte da programação do Parque por mais tempo: agora, a atração permanece até 28 de novembro no Theatro di Kaminda.

Inspirado em Alice no País das Maravilhas, renomada obra infantil escrita por Lewis Carroll (pseudônimo do escritor britânico Charles Lutwidge Dodgson), a peça tem tudo o que o País Mais Divertido do Mundo também tem: fantasia, diversão, amigos, momentos lúdicos e espaço para cada um olhar para dentro de si e entender que pode ser o que e quem quiser.

Todas essas características únicas fizeram brilhar os olhos de uma Alice da vida real: com quatro anos de idade, a filha da Alexandra Castanheira se encantou com a magia do Mundo de Maravilhas. “Já estivemos em nove apresentações e estamos apaixonadas. A minha Alice é especialmente apaixonada pela Alice do espetáculo e já decorou as falas e todas as músicas. Na primeira apresentação fomos em apenas em um carro, mas na segunda já conseguimos ir com mais pessoas, em cinco veículos”, conta a mãe, que explica que a filha já conheceu Alice pessoalmente e que agora tem o sonho de conhecer a Rainha Branca – e é claro que este sonho se tornará realidade assim que elas voltarem a Hopi Hari.

Mais do que um espetáculo, a ideia é transformar toda a experiência do espectador em um mundo fascinante. O estudante Felipe Gabriel Cardoso Sales teve essa vivência nas duas vezes em que assistiu a atração. “Além da história linda, a experiência foi a melhor possível e os efeitos especiais já são incríveis logo no início, deixando tudo muito mais mágico”, conta. Flores que desabrocham e a Alice caindo na toca do coelho são alguns dos momentos criados por efeitos únicos que ajudam a tornar a experiência e o aprendizado únicos: todos os personagens são diferentes, mas são essas diferenças que os unem.

A atmosfera da atração começa na entrada do Theatro di Kaminda, que conta com um cenário de fantasias que chama a atenção dos visitantes, como chamou a do designer gráfico Adriano Araujo. “A fachada do Theatro é muito convidativa e já estive presente cinco ou seis vezes nesse show maravilhoso”, conta Adriano, que explica muito bem qual é a sensação que Alice e seus personagens causam no País Mais Divertido do Mundo. “A apresentação final é incrível, a música, o elenco dançando, a transformação na roupa da Alice e os efeitos com fogo são impactantes, fazendo com que o espetáculo termine no ápice e deixe um gostinho de quero mais”, finaliza, deixando claro que esse é um dos melhores teatros que assistiu no Theatro di Kaminda nos últimos 10 anos.

 

HISTÓRIA

O espetáculo Alice de volta ao País Mais Divertido do Mundo tem, como ponto inicial, o clássico avistar de um coelho, usando relógio e com andar bem apressado. A curiosidade da jovem Alice a leva a segui-lo e a se deparar, de repente, com um lugar muito diferente – o País das Maravilhas.

Passeando por esse território nada comum, ela conhece Absolem, o Chapeleiro Maluco, a Rainha Branca, a Rainha de Copas, e o sorridente Gato de Cheshire, mas, o ponto alto da trama é que ela precisa conhecer a si mesma. A magia se torna a guia da auto-descoberta de Alice, que vivencia várias aventuras na tentativa de entender quem é e como voltar ao seu verdadeiro lar.

 

TEMPORADA 

A atração passou a integrar a programação da Hora do Horror 20 anos: Déjàvu e, nesta temporada, as apresentações acontecem às 16h30, de sexta a domingo, e feriados. A entrada para assistir ao espetáculo Alice no País Mais Divertido do Mundo é liberada mediante senhas – de acordo com a disponibilidade do Theatro.

Mais informações sobre Passaportis, que estão com valores diferenciados por conta da Hora do Horror, no site do Parque, disponível aqui. Hopi Hari ressalta que não se responsabiliza por Passaportis adquiridos fora de seus canais oficiais de vendas.

 

COVID-19

Todos os protocolos anticovid-19 continuam sendo seguidos em todo Parque. Ao chegar em Hopi Hari é preciso aferir a temperatura na entrada, utilizar a máscara de proteção durante toda a visitação e manter o distanciamento. Vale lembrar que há ainda pontos para higienização com álcool distribuídos pelo local, caso necessário.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE