Homem é salvo por arma não letal no São Roque

A vida de uma pessoa foi salva na manhã desta segunda-feira  graças ao uso de uma arma não-letal por patrulheiros da GAMA no Jardim São Roque. Os guardas V. Miranda e Thiago foram chamados ao local para tentar conter um vigilante de 42 anos que ameaçava incendiar a casa e cometer suicídio. No local, os guardas tentaram dissuadir o homem e pediram reforço. A vítima estava em um dos quartos da residência com um facão afiado encostado no pescoço. Outras viaturas chegaram e os inspetores Dorcílio e Gimenez passaram a comandar as negociações para fazer o homem tentar desistir do suicídio.As conversas levaram cerca de uma hora e, segundo o inspetor Dorcílio, quando o vigilante dava mostras de que não ia se entregar e iria concluir o golpe contra o próprio pescoço, o guarda sacou da Taser (arma não-letal que dispara dois dardos com descarga elétrica para incapacitação eletro-muscular) e fez o disparo contra o peito do vigilante, que soltou o facão no mesmo momento e foi dominado pelos patrulheiros. Ele foi levado ao PAI (Posto de Atendimento Imediato) do Parque Gramado, de onde foi encaminhado ao CAPS (Centro de Atenção Psicossocial). Atendido por um psiquiatra, ele foi internado no hospital Seara.???O uso de armamento não-letal já não é uma novidade no meio policial e militar. O trabalho de treinamento e capacitação a que temos sido submetidos e os conhecimentos adquiridos sobre este tipo de ação nos levaram ao êxito na ação, evitamos que uma vida se perdesse e felizmente ninguém ficou ferido???, concluiu o inspetor.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE