Homem mata esposa e filho e se mata

Um metalúrgico de 47 anos matou o filho paraplégico e a esposa a tiros dentro de casa, no bairro Parque Prezotto, em Piracicaba, e foi encontrado morto a 100 metros da residência, na chácara da família, na manhã desta segunda-feira (21).

O corpo de Carlos Roberto Presotto estava dentro da piscina do imóvel de recreio, localizado a um quarteirão da casa, no mesmo bairro. A esposa, a cabeleireira Roseneia Regina Campion Presotto, de 47 anos, foi encontrada morta na cama do casal com um tiro na cabeça. O corpo do único filho, Felipe Presotto, de 23 anos, estava no chão do quarto também com um tiro na cabeça.
Um primo do metalúrgico, que tinha a chave da casa da família, foi ao imóvel por volta das 9h desta segunda-feira após os parentes não atenderem a seguidos telefonemas.  Assim que avistou os corpos da cabeleireira e do jovem, ele acionou a Polícia Militar. Como o carro de Presotto não estava na garagem, o primo e a equipe da PM decidiram vistoriar a chácara da família, a 100 metros de distância. No local, acharam o veículo e o corpo do metalúrgico com um tiro na cabeça. 
O cadáver estava dentro da piscina próximo de um revólver calibre 38. A Polícia Civil registrou a ocorrência como homicídio seguido de suicídio. O delegado Ruy Ramires, titular do 6º Distrito Policial de Piracicaba, instaurou inquérito para apurar o caso e investigar as motivações para o crime. 
Segundo informação o metalúrgico não se conformava de seu único filho ter ficado tetraplégico, o  jovem ficou impossibilitado de andar há sete meses. Ele ficou paraplégico após ser submetido a uma cirurgia na coluna para tratar um hemangioma medular, segundo a família.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE