Guardas e bombeiros municipais terão Plantão Psicológico

Preocupada com a saúde e a exposição a fatores estressantes pelos guardas e bombeiros que lidam com o perigo iminente e que convivem com situações de risco, exigindo muita estabilidade emocional, a Prefeitura de Sumaré passa a oferecer Plantão Psicológico quinzenal. O serviço faz parte do Projeto Saúde Mental, implantado em parceira pelas Secretarias de Segurança e de Saúde. Os trabalhos tiveram início nessa segunda (04), na sede da corporação, com a palestra Plantão Psicológico, cujo tema volta a ser ministrado nesta terça. O prefeito Luiz Dalben comentou sobre a necessidade do fortalecimento emocional a essa categoria. ????? de extrema importância esse apoio para o bom desempenho dos nossos guardas e bombeiros, por causa do elevado risco submetidos nas atividades diárias. O Plantão Psicólogo visa dar suporte aos agentes de segurança, que lidam constantemente com muita pressão no trabalho???.

Prevenir ainda é o melhor remédio, principalmente quando a atividade diária provoca muito desgaste emocional. ?? imprescindível usar as ferramentas disponíveis. A palestra ficou a cargo do psicólogo Ezequiel de Andrade Feitosa, coordenador da Saúde Mental do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) do Município. Esteve presente ainda o médico George Burlandy, que também trabalha na rede municipal de saúde. Ambos estarão à frente do Plantão Psicológico. ???A palestra é para reflexão pessoal de cada um. Se em algum momento alguém achar que precisa de ajuda, estamos aqui para ajudá-los. ?? preciso acabar com o preconceito. Aproveitem esse serviço disponibilizado a vocês, para que continuem desempenhando esse excelente papel junto à sociedade sumareense???, disse o psicólogo Ezequiel.

As estatísticas revelam muitos casos de distúrbios psiquiátricos decorrentes da exaustão no trabalho, especialmente por parte daqueles que trabalham diretamente com a área da segurança. ???Quando nos expressamos sobre saúde mental, estamos falando de algo muito sério, que geralmente está ligado à depressão. Qualquer sinal de transtorno de humor, estresse, esgotamento, insônia, não hesitem em procurar ajuda. Não subestimem o poder de um remédio, que pode fazer a diferença???, explicou o doutor George Burlandy.

 

Plantão

Há dois tipos de doenças: as hereditárias e as adquiridas no dia a dia. E são duas formas de agir: preventivamente, que é detectar o problema no início e tratá-lo em tempo; ou deixar ???estourar??? para somente depois tomar uma atitude. Entre as doenças adquiridas no cotidiano está o estresse, que pode levar à depressão ??? considerada um dos males de todos os tempos ??? e que tem levado milhares de pessoas a cometer suicídio. Daí a necessidade de fornecer o apoio psicológico e prevenir o estresse emocional dos trabalhadores da segurança municipal de Sumaré.

Na palestra, por exemplo, foi debatido o suicídio e sua complexidade, ou seja, trata-se de fenômeno complexo que pode afetar indivíduos de diferentes classes sociais, idade e gênero. ???Diante dos diversos casos de distúrbios psiquiátricos, um índice alto de 66,92% está relacionado à exaustão emocional. Consequentemente, isso leva os trabalhadores a problemas como estresse, insegurança, entre outros. Esses resultados corroboram com outras pesquisas que relatam o surgimento de doenças relacionadas ao trabalho e estilo de vida???, concluiu o psicólogo Ezequiel.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE