Guarda municipal. 17ª vítima da Covid 19 em Nova Odessa

O guarda civil municipal Newton Araújo Gino, de 69 anos, é a 17ª vítima da Covid 19 em Nova Odessa. Gino teve a morte confirmada neste sábado (11) pelo hospital particular em que estava internado, em Americana. Além do óbito causado pelo novo coronavírus, a Secretaria de Saúde confirmou 40 novos casos positivos da doença, elevando o número de infectados para 204. Mais uma morte suspeita está sendo investigada no município. Agora, são sete.

Gino estava na corporação desde 1994. Era guarda de classe especial. Depois de anos de patrulhamento nas ruas, com atuação sempre elogiada, foi transferido para o Paço Municipal, onde trabalhava à noite, cuidando da segurança do prédio. O guarda testou positivo para Covid-19 e foi internado no mês passado. A partir daí, seu quadro foi se agravando.

O diretor da Guarda Civil Municipal de Nova Odessa, Nilton César Alves, disse não acreditar na morte do amigo e companheiro de farda. “Trabalhei com o Gino nas ruas durante quase quatro anos; éramos da mesma equipe. Ele era um guarda excepcional, justo, correto, extremamente responsável e sempre teve hábitos saudáveis. Além disso, éramos muito amigos, praticamente irmãos. Sem dúvida, uma perda irreparável”, afirmou o diretor. Segundo informações da GCM, o sepultamento está marcado para as 9h, no Cemitério Municipal de Nova Odessa.

O prefeito Benjamim BIll Vieira de Souza lamentou a perda. “O Gino sempre foi um servidor municipal íntegro e comprometido. Um homem que serviu a nossa população ao longo do tempo em que esteve nas ruas como guarda municipal e também prestando serviços no Paço Municipal. Meus sentimentos a toda família”, disse o chefe do Poder Executivo.

A morte do GCM Gino ocorreu no dia em que Nova Odessa registrou o maior número de casos de coronavírus desde o início da pandemia. Foram 40 novos infectados. Segundo a Secretaria de Saúde, são casos reportados por hospitais e laboratórios particulares ao longo da semana.

Do total de infectados, 21 são mulheres: adolescente de 17 anos, residente no Jardim Bela Vista; 18 anos, Jardim Campos Verdes; 20 anos, Jardim São Jorge; 22 anos, Jardim Éden; 23 anos, Jardim Planalto; 26 anos, Jardim das Palmeiras; 28 anos, Conjunto Habitacional 23 de Maio; 29 anos, Jardim Bela Vista; 36 anos, Jardim Santa Rosa; 38 anos, Jardim Éden; 39 anos, Jardim São Manoel; 41 anos, Jardim Dona Maria Rapozeiro Azenha; 43 e 47 anos, Jardim Europa; 48 anos, Jardim Maria Helena; 49 anos, Bela Vista; 53 anos, Éden (duas); 54 anos, Jardim Flórida; 63 anos, Jardim São Jorge; e uma idosa de 93 anos, moradora da Vila Azenha.

Além delas, foram infectados 19 homens: 18 anos, Santa Rosa; 19 anos, Santa Rita; 23 anos, Europa; 24 e 31 anos, Santa Rosa; 32 anos, Centro; 33 anos, Jardim Santa Luiza e Jardim São Francisco; 34 anos, Campo Belo; 38 anos, Bela Vista; 39 anos, Centro e Dona Maria Rapozeiro Azenha; 43 anos, Residencial Guarapari; 44 anos, Campo Belo; 46 anos, Jardim Nossa Senhora de Fátima; 55 anos, 23 de Maio; 58 anos, Santa Rosa (dois); e 68 anos, Maria Helena.

EM INVESTIGAÇÃO. A Vigilância Epidemiológica novaodessense aguarda o resultado do exame de uma paciente de 83 anos que morreu na quinta-feira (9), em um hospital de campanha em São Paulo. Moradora do Jardim Alvorada, ela foi atendida na Unidade Respiratória e transferida para a capital, devido ao agravamento de seu quadro de saúde.

‘FIQUEM EM CASA, POR FAVOR!’ O secretário de Saúde, Vanderlei Cocato, manifestou pesar pelo falecimento do guarda municipal e fez um novo apelo à população. “Muito preocupante ver os casos e os óbitos aumentarem e muitas pessoas ainda não seguindo as recomendações. Equipes da Prefeitura percorreram a cidade hoje em fiscalizações e encontraram muita gente na rua sem necessidade, moradores fazendo festas e crianças brincando nas ruas. O que suplico é que entendam a gravidade desse vírus. Nossa Unidade Respiratória está cada vez mais cheia de pacientes. Vamos ter consciência e ficar em casa, por favor!”, reiterou Cocato.

O boletim atualizado ainda aponta 88 casos negativos, 61 em investigação, incluindo sete óbitos, e 311 pacientes com gripe sendo acompanhados por profissionais da rede municipal de saúde. Até as 17h deste sábado, o Centro de Combate ao Coronavírus mantinha dois pacientes internados. O espaço possui 50 leitos, sendo cinco para estabilização de pacientes graves, com respiradores, e 45 vagas de enfermaria.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE