Gualter de olho na pista da Gruta e Dourado, música nas escolas

O vereador Gualter Amado (Republicanos) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana uma indicação em que pede ao Poder Executivo a realização de melhorias em toda a extensão da pista de caminhada da Gruta Dainese. No documento, o parlamentar destaca que moradores dos bairros Parque das Nações, Morada do Sol, São Roque e Parque da Liberdade, que utilizam o entorno da área de proteção ambiental para a prática de atividades físicas, o procuraram pedindo ações do poder público além das manutenções corriqueiras como limpeza, retirada de lixo e roçagem. Segundo o autor, é necessária a manutenção da cerca de proteção e a instalação de uma academia de ginástica ao ar livre.

 

“Por se tratar de uma Área de Proteção Permanente, a iluminação pública se faz somente do lado oposto da pista, sendo assim de extrema necessidade que nesses pontos sejam instaladas lâmpadas de LED que trazem mais claridade e, consequentemente, segurança ao local. Inclusive, recentemente encaminhamos à secretaria de Obras e Serviços Urbanos um abaixo-assinado dos moradores solicitando melhorias na iluminação”, afirma Gualter.

 

A indicação será relacionada na pauta da sessão ordinária desta quinta-feira (16) e encaminhada ao Poder Executivo para análise e atendimento.

Dourado sugere musicalização nas escolas estaduais

 

O vereador Silvio Dourado (PL) entregou um ofício ao dirigente regional de ensino de Americana, Haroldo Ramos Teixeira, sugerindo a implantação de um projeto de musicalização nas escolas públicas estaduais da cidade. No documento, o parlamentar lembra que a lei federal nº 13.278/16 define que a música deverá ser conteúdo obrigatório, mas não exclusivo, do componente curricular e destaca trecho da legislação que aponta a compreensão das artes como um dos objetivos do Ensino Fundamental.

 

Segundo Dourado, a introdução do ensino musical nas escolas enseja o desenvolvimento da percepção, atenção, concentração, autocontrole e habilidades psicomotoras, emocionais e afetivas. “A música não deve ser considerada apenas como uma atividade extraclasse ou de lazer, porém parte integrante do processo educativo. A música deve ser considerada pelo próprio valor cultural presente no seu acervo étnico, popular, clássico e pela gigantesca capacidade de mobilizar o potencial do estudante”, defende.

 

O vereador sugere que sejam observados os Parâmetros Curriculares Nacionais “Comunicação e expressão em música”, onde se propõe uma gama de modalidades e atividades, diversos gêneros, estilos de criações e performances musicais, tendo como premissa a diversidade cultural brasileira a ser trabalhada em sala de aula como meio de formação, despertando o interesse pela música na escola.

 

Dourado também destaca a importância do investimento em capacitação continuada dos professores e sugere a implantação de uma Coordenação de Ensino de Música, a fim de planejar, organizar e acompanhar os procedimentos pedagógicos, a capacitação continuada dos professores e a expansão gradual da música por toda a rede de ensino.

 

“Para uma escola de qualidade, conforme preconiza o Ministério da Educação, faz-se necessário investir nos professores, com capacitação continuada, incentivos, e conscientizar toda a escola da importância das práticas musicais no curriculum escolar para a formação do cidadão”, conclui.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE