Água vai subir em Nova Odessa

A água vai subir 5,35% em Nova Odessa. A Ares-PCJ (Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí) liberou o reajuste anual na tarifa dos serviços da Coden (Companhia de Desenvolvimento de Nova Odessa). O novo valor, válido também para a tabela de serviços, entra em vigor a partir das contas de abril, com vencimento em maio.
A Agência Reguladora emitiu parecer após analisar as projeções e investimentos da Coden, além de utilizar critérios estabelecidos por cálculo de uma fórmula paramétrica, que leva em consideração diversos fatores. O documento foi discutido e aprovado em reunião, na quarta-feira (1º/3), por membros do CRCS (Conselho Municipal de Regulação e Controle Social).
O indexador utilizado como base, o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), é o menor registrado dentre os cinco mais utilizados no país. No ano passado, o reajuste tinha sido de 5,51%. Agora, a Coden solicitou novo valor projetando despesas e levando em conta os acréscimos na tarifa de energia elétrica e os gastos com folha de pagamento, materiais e serviços de terceiros.
“A Ares-PCJ fez o estudo e chegou à conclusão que o repasse do IPCA, de 5,35%, é o suficiente para que a Coden possa manter suas atividades e investimentos pelos próximos 12 meses”, explica o diretor-financeiro da Companhia, Brauner Antonio Feliciano. Representantes da Agência Reguladora explicaram que o índice de reposição inflacionária definido visa ao equilíbrio econômico da Coden.
Dentre os assuntos discutidos na reunião estiveram ações do Plano Municipal de Saneamento Básico, do Plano de Combate às Perdas, a qualidade da água distribuída na cidade ??? analisada por até 197 parâmetros anualmente ??? e o monitoramento de pressão na rede. Os investimentos planejados para os próximos 12 meses somam R$ 15,064 milhões, dos quais R$ 2,286 milhões com recursos próprios.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE