Edit

Google. Dicas de alimentação pré e pós-treino aumentam mais de 850%

Uma dúvida muito comum entre as pessoas que praticam exercícios físicos é sobre a alimentação pré-treino. Inclusive, as pesquisas na web sobre o que comer antes e depois de treinar tiveram um aumento significativo no último ano. Em 2021, a procura no Google pela frase “O que comer antes do treino para emagrecer” teve um aumento de 70% no Brasil, em relação ao ano anterior, já a frase “O que comer depois do treino para ganhar massa” aumentou mais de 850%. Outros termos como “O que comer antes do treino de manhã” e “O que comer antes do treino para ganhar massa” também apresentaram um aumento na frequência de pesquisas na web, com 120% e 50%, respectivamente.

Os dados foram coletados pela YoPRO, marca de bebidas com alto teor de proteínas da Danone, que analisou as buscas por termos de pesquisa através da ferramenta Google Trends.

“Neste ano, verificamos um aumento no número de pessoas que praticam atividades físicas. Em período pós pandemia a preocupação com a saúde e bem-estar aumentou, e isso pode ter contribuído para o aumento de pesquisas sobre nutrição e alimentação para quem treina”, comenta Adriano Ciavdar Chrispiniano, Gerente de Marketing de YoPRO

Quando pensamos em treino, há várias formas de se preparar antes das atividades físicas, ajudar a recuperar a energia gasta e a ganhar massa muscular.

Tomar água é importantíssimo para manter o corpo hidratado e as articulações lubrificadas. Antes de treinar, também pode ser importante consumir alimentos que ajudam a dar energia para o corpo e, neste caso, os carboidratos são ótimas opções.

“As pessoas ainda têm muitas dúvidas sobre o que consumir antes e depois dos treinos. Claro que isso irá variar de pessoa para pessoa, dependendo de fatores como objetivos (emagrecimento, aumento de massa, aumento da resistência, etc), características físicas, hábitos, preferências pessoais. Mas de modo geral, antes dos exercícios consumir fontes de carboidratos, como aveia, pão integral, torradas, frutas e vegetais ajuda a fornecer a energia que será utilizada durante os treinos. Já após a atividade, a ingestão de carboidratos ajuda a repor os estoques de energia utilizados. A recomendação é consumir de 1,0 a 1,2 gramas de carboidratos por quilo de peso corporal até 2 horas após os treinos”, explica Carolina Tavares, Nutricionista da área de Ciência e Nutrição da Danone

As proteínas, queridinhas de todo atleta, ajudam na construção e recuperação dos músculos, e é importante que seu consumo seja distribuído ao longo de todo o dia, sendo possível incluí-las tanto antes, como após os exercícios. A recomendação pode variar de 0,8 a 1,6 gramas por quilo de peso corporal por dia, dependendo do nível da atividade física.

Para quem possui uma rotina muito agitada, as barrinhas proteicas, frutas com pasta de amendoim, mix de castanhas e smoothies ricos em proteínas, ou produtos prontos para o consumo como os de YoPRO que podem conter 15g, 17g ou 25g de proteínas por embalagem, são ótimas ideias de lanches para consumir em qualquer momento do dia.

Outra dica importante é manter o corpo sempre bem hidratado. Isso porque durante os treinos ocorre a geração de calor pelo corpo, que para se resfriar, transpira. As taxas de suor podem variar de 0,3 a 2,4 litros/hora dependendo do exercício e para manter a hidratação corporal é recomendada a ingestão de 0,4 a 0,8 litros de água por hora, complementa Carolina.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE